ENQUETES

Você já decidiu em quais candidatos irá votar nestas eleições?

PUBLICIDADE

Política / DUODÉCIMOS
13.03.2018 | 09h15
Tamanho do texto A- A+

Zaque nega pedido para investigar Taques e envia caso a PGJ

Requerimento havia sido feito pelo sindicato que representa servidores do Poder Judiciário

MidiaNews

Clique para ampliar

O promotor Mauro Zaque, que indeferiu pedido de sindicato

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O promotor de Justiça Mauro Zaque negou um pedido de investigação contra o governador Pedro Taques (PSDB) formulado pelo Sindicato do Poder Judiciário de MT (Sinjusmat).

 

A decisão do membro do Ministério Público Estadual é do dia 28 de fevereiro.

 

No pedido, o sindicato aponta possível crime de responsabilidade do governador, em razão do não pagamento do duodécimo (repasse constitucional) aos Poderes e instituições na integralidade.

 

Nos últimos anos, Taques vem encontrando dificuldades em realizar os repasses em dia. Conforme o sindicato, os atrasos vêm ocorrendo mesmo sem a justificativa de “frustração de receitas” por parte do Estado.

 

Entende este Núcleo que cópia do expediente deve ser encaminhada ao exmo. procurador geral de Justiça, para conhecimento e providência que entender pertinentes

Ao analisar o pedido, o promotor citou a gravidade dos fatos relatados que, se confirmados, são de natureza “gravíssima”, exigindo desta forma o acompanhamento por parte do Ministério Público.

 

Zaque citou ainda que a prática relatada pelo Sinjusmat pode configurar improbidade administrativa por parte do governador.

 

No entanto, afirmou que a apuração de eventual irregularidade compete ao procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo.

 

“Assim, entende este Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa da Capital que cópia do expediente deve ser encaminhada ao exmo. procurador-geral de Justiça, para conhecimento e providência que entender pertinentes”, diz trecho do despacho.

 

“Diante da ausência de elementos suficientes que possam justificar a instauração de procedimento investigatório ou de ação civil pública pelo Ministério Público, indefiro o pedido de abertura de investigação em relação à presentes notícia, ressaltando-se que em caso de fatos novos o feito poderá ser arquivado”, concluiu Zaque.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Juíza nega pedido de sindicato para bloquear contas do Governo

 

Taques afirma que não cabe a sindicato debater duodécimos




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web