ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Política / DISCURSO
20.04.2017 | 18h57
Tamanho do texto A- A+

Taques empossa auditores e diz: Governo foi alvo de “chacota”

Chefe do Executivo estadual diz que auditorias economizaram R$ 800 milhões em 800 dias

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O governador Pedro Taques: economia de R$ 800 milhões em 800 dias

CAMILA RIBEIRO E DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

Com um discurso crítico à corrupção e de valorização à Controladoria-Geral do Estado (CGE), o governador Pedro Taques (PSDB) deu posse a 25 novos auditores do Estado na tarde desta quinta-feira (20).

 

Durante o ato, realizado no Palácio Paiaguás, Taques afirmou que seu Governo foi alvo de “chacota”, em razão da série de auditorias determinadas por ele no início da gestão.

 

“Quero dizer aos novos auditores, que desde o primeiro dia em que assumi o Governo, buscamos valorizar a Controladoria. Quero dizer que nosso Governo não tem receio de auditoria, de controle. Aliás, precisamos de controle. Precisamos de auditoria”, disse.

 

Economizamos, em 800 dias, R$ 800 milhões. E muitas partes desses R$ 800 milhões graças ao trabalho da Controladoria

“Não sei se os senhores se recordam, mas no início da nossa administração, quase que os dois primeiros anos de nossa administração, algumas pessoas nos menoscabavam, faziam chacota. Diziam que este é o Governo da controladoria, da auditoria. Que este é o Governo daqueles que só fazem auditoria e nada fazem”, afirmou.

 

Alheio às críticas, o governador disse que agiu de tal forma – e continuará agindo – por entender que “coisa pública não é coisa de ninguém, é coisa que pertence a todos nós. E a controladoria tem um papel importante para que possamos manter o que pertence a todos nós”.

 

Durante o seu discurso, Taques afirmou que, por meio dos trabalhos realizados pela CGE, o Executivo conseguiu economizar R$ 800 milhões em pouco mais de dois anos.

 

“No primeiro decreto que assinei [no início da gestão], eu falei da Controladoria. O controlador Ciro Rodolpho chegou e disse que precisaríamos de novos controladores. Porque os senhores não arrecadam impostos, mas dão lucro para o cidadão”, afirmou.

 

“Nós economizamos, em 800 dias, R$ 800 milhões. E muitas partes desses R$ 800 milhões graças ao trabalho da Controladoria”.

 

Dívida com a população

 

Na cerimônia o governador também afirmou que os servidores, principalmente aqueles que atuam com controle externo e interno estão em dívida com a sociedade.

 

“A ideia é o republicanismo, é o dever cívico de ser honesto, a ideia é deixar o cambalacho de lado, a ideia é fazer a coisa certa, e o tempo é agora. Concordo com o conselheiro do TCE, Luís Henrique [Lima], que nós todos servidores públicos e, notadamente o controle interno e externo, estamos devendo à sociedade. E devendo muito. Precisamos nos atentar a isso. Que a sociedade já se atentou a isso”, afirmou.

 

Auditor não pode ser exu tranca rua, que aparece no 42º do 2º tempo. Auditor tem que fazer o controle preventivo porque senão ele impede a concretização de políticas públicas

“A sociedade está a se perguntar onde estávamos que não vimos? Onde estávamos que não ouvimos? Onde estávamos que não sentimos o cheiro podre daqueles que querem roubar o patrimônio que pertence a todos nós? Onde estávamos quando não sentimos o cheiro dos bucaneiros da coisa pública? Dos piratas da coisa que pertence ao povo? A estas perguntas devemos responder”, disse.

 

Na sequência, Taques disse ainda que os auditores são importantes para que o Estado consiga concretizar as políticas públicas a sociedade.

 

“O auditor não pode ser promotor. Com o perdão às religiões afrodescendentes: auditor não pode ser exu tranca-rua, que aparece no 45º minutos do segundo do segundo tempo. Auditor tem que fazer o controle preventivo porque senão ele impede a concretização de políticas públicas. Não adianta falar que avisou, tem que avisar antes”, disse.

 

“Em cada processo e procedimento existem vidas que estão por trás deles, pessoas esperançosas na concretização de políticas. Existem aqueles que choram por falta de hospitais, sofrem por falta de segurança. E vocês terão participação para o atingimento do bem comum”, concluiu o governador.




Clique aqui e faça seu comentário


4 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Athierres lourenço   25.04.17 00h03
tem cada vez mais a minha confiança, pois quem está de fora e fica falando não sabe oque realmente passamos nos outros governos, e o fato é que o Senhor mostra que não tem o que esconder da sociedade.
1
0
Estela   24.04.17 20h13
Taques está corrigindo todos os problemas que existe no estado aos poucos ele observa tudo é consegue ver o que estamos precisando!
1
0
João viana  22.04.17 08h45
Mas o que foi feito nesses 800 dias? Se você não faz nada, como irá gastar? Cadê os auditores dá saúde? A pasta que temos o maior problema não tem auditores dá área para auditar, ou seja, por que não é interessante ou por que o governo Taques não tem compromisso com a pasta? Hoje a equipe de auditoria dá saúde da SES MT, está fragmentada, ou seja, com uma enorme demanda dessa, você ter no máximo 06 servidores públicos para dar conta de todo estado? Então o governador Taques não foi motivo de chacota, mas continua sendo devido a este descaso na pasta dá saúde.
1
2
Joao  21.04.17 13h00
Esse governador e cheio de controvérsias, não pode pagar RGA porque a folha ultrapassa o teto máximo da lei de responsabilidade, mas porém, toda semana coloca mais funcionários no estado.
1
1

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados