ENQUETES

O que você achou da eliminação da seleção brasileira da Copa da Rússia?

PUBLICIDADE

Política / REELEIÇÃO
10.07.2018 | 11h48
Tamanho do texto A- A+

PSDB: “Taques deve repetir 2014 e receber o apoio de 12 partidos”

"Temos conversas encaminhadas e muito bem delineadas", disse presidente do partido em MT

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O presidente do PSDB, Paulo Borges, que prevê apoio de 12 siglas a Taques

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O presidente do PSDB em Mato Grosso, Paulo Borges, afirmou que o governador Pedro Taques (PSDB) deve sair à reeleição tendo o apoio de 12 siglas partidárias, a exemplo do que ocorreu em sua campanha anterior, em 2014.

 

Até o momento, o governador diz estar contabilizando dez partidos em seu arco de alianças. O próprio Borges afirma que as conversas estão mais adiantadas com o PSB, PPS, PRTB, Patriota e Solidariedade.

 

O presidente do partido disse também que as conversas ainda estão sendo mantidas e a sigla “não fechou portas para ninguém”.

 

Estamos conversando com todos. Acreditamos que com essas conversas que estão avançando bastante, nós chegaremos até 12 partidos, assim como em 2014

“Estamos conversando com todos. Acreditamos que com essas conversas - que estão avançando bastante - nós chegaremos até 12 partidos, assim como em 2014”, disse o tucano.

 

Naquela ocasião, Taques – então filiado ao PDT – pertencia à coligação “Coragem e Atitude para Mudar”, composta pelo PP, PSDB, DEM, PTB, PSB, PPS, PSC, PV, PSDC, PRP, PSL e PRB.

 

Paulo Borges disse ainda que as conversas passam também por nomes que venham a compor a chapa de Taques, como o candidato a vice, além das duas vagas ao Senado. Uma delas já é trabalhada pelo deputado federal Nilson Leitão.

 

“Vamos ter muitas conversas ainda. Temos Pedro Taques como pré-candidato ao governo, uma vaga de vice, outra vaga do Senado aberta e outra que já está preenchida pelo deputado Nilson Leitão. Fora isso, ainda tem as quatro vagas para suplência”, afirmou Borges.  

 

“Vamos exaurir o diálogo, o convencimento e ate as vésperas da convenção estaremos montando uma chapa extremamente competitiva”, afirmou.

 

Sobre as possibilidades para compor a chapa de Taques como vice, Borges preferiu não antecipar nomes.

 

“Estamos construindo, tem alguns atores selecionados para fazer a conversa com os demais partidos, mas essa questão vai ser definida mais lá na frente, nós temos o período de convenção. Isso geralmente se decide na ultima hora, mas já temos uma conversa bem encaminhada, muito bem delineada”, resumiu ele.




Clique aqui e faça seu comentário


1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

José   11.07.18 11h40
Vão afundar todos abraçados...este barco está à deriva...
4
1
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web