Cuiabá, Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018
OLHO NO FUTURO
10.10.2018 | 11h10 Tamanho do texto A- A+

Mendes quer esquecer eleições e não considera Taques inimigo

O ex-prefeito de Cuiabá disse que a partir de agora integra o “partido Mato Grosso”

Alair Ribeiro/MidiaNews

O governador eleito Mauro Mendes: olhos para o futuro

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Eleito governador no primeiro turno, com 58,81% dos votos válidos, o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) afirmou que, daqui para frente, não quer tratar mais do processo eleitoral.

 

Ele demonstrou ter se chateado com alguns embates travados no processo eleitoral com seus principais adversários, mas disse que todos esses episódios ficaram no passado.

 

“Na campanha, algumas coisas foram feitas indevidamente e ditas indevidamente, mas elas deixam de ser importantes nesse momento. O que importa agora é o presente e o futuro de Mato Grosso”, afirmou.

 

“As eleições terminaram e nós ganhamos. A partir de hoje quero esquecer as eleições, não quero mais me reportar a esse período”, disse ele, em entrevista ao MidiaNews

As eleições terminaram e nós ganhamos. A partir de hoje quero esquecer as eleições, não quero mais me reportar a esse período

 

“Sem inimizade”

 

Questionado sobre uma possibilidade de “reconciliação” com o governador Pedro Taques (PSDB), de quem foi aliado político, Mendes foi enfático: “Nunca o tratei como inimigo”.

 

“Sempre o tratei como adversário político. Ele representava um projeto que ele tinha o direito de pleiteá-lo e eu também tinha o direito, como agente político e cidadão, de me apresentar à população, assim como fez Wellington Fagundes”, disse.

 

Segundo o governador eleito, todos os nomes se colocaram à disposição do Estado, fizeram o debate eleitoral e ele acabou sendo o escolhido.

 

“A partir de agora existe um partido que se chama Mato Grosso, e é nesse partido que quero militar nesse momento”, concluiu.

 

Veja um trecho da entrevista:

 

 

Leia mais sobre o assunto:

“MT está num atoleiro, teremos que tomar medidas duras”, diz MM

 

“Não dou Pasta para partidos; quem não der certo, game over”

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
2 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Marcos Sa  10.10.18 12h05
ninguem aguenta mais perseguicao
54
7
Carla Silva  10.10.18 12h04
ISSO MAURO, SEJA SUPERIOR AS PICUINHAS E MIMIMI, SEJA GRANDE
65
16