ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Política / AVIÃO COM DROGA
15.07.2017 | 14h17
Tamanho do texto A- A+

Maggi cobra da Aeronáutica punição a quem divulgou informação falsa

Ministro da Agricultura diz que o episódio causou danos a ele e suas empresas

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O ministro da Agricultura Blairo Maggi, que cobra punição por informação falsa

MURILO RAMOS
DA ÉPOCA

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, pediu que a Aeronáutica puna o responsável por divulgar a informação de que um avião interceptado com 500 toneladas de cocaína, no final de junho, decolara de uma de suas fazendas, no Município de Campo Novo do Parecis (396 Km de Cuiabá)

 

Segundo o ministro, a Aeronáutica não se preocupou em checar o dado fornecido pelo piloto antes de divulgar a informação.

 

Foi a Polícia Federal quem desmentiu a informação. Maggi diz que o episódio causou danos a ele e suas empresas.

 

A aeronave foi interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB) no dia 25 de junho em Jussara (GO), durante uma operação conjunta entre FAB e o Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer).

 

A informação sobre o local de onde o avião decolou foi divulgada pela Aeronáutica, por meio de nota, com base em informação repassada pelo piloto durante o voo.

  

No dia seguinte, porém, ao prender o piloto e o copiloto do bimotor, a FAB confirmou que a dupla disse ter trazido a droga da Bolívia e que não estivera na fazenda de Blairo.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados