ENQUETES

Nessas eleições, você pretende:

PUBLICIDADE

Política / CUTUCADA
08.02.2018 | 19h50
Tamanho do texto A- A+

“Jogar a culpa na crise é coisa de quem não fez a lição de casa”

Ex-prefeito Mauro Mendes disse que governador poderia ter tomado medidas e corrigido erros

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O ex-prefeito Mauro Mendes, que fez críticas à gestão de Pedro Taques

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), fez duras críticas ao governador Pedro Taques (PSDB) e atribuiu ao aliado parcela de responsabilidade em relação à crise enfrentada pelo Governo do Estado.

 

De maneira recorrente, a gestão Taques se depara com dificuldades para quitar salário de servidores ou para efetuar repasses aos municípios e aos Poderes do Estado, por exemplo.

 

O governador, também de forma reiterada, afirma que Mato Grosso sofre, nos últimos anos, o impacto de uma grave crise econômica - e, inclusive, projeta tempos “sombrios” para os próximos meses.

 

“Houve crise sim, falar que não houve é desconhecer. Mas, em 2017, o PIB voltou a crescer, houve geração de emprego, a balança comercial bateu recorde. Existem muitos indicadores positivos que mostram que já se desfez aquela névoa, aquele mar de incerteza”, disse Mauro.  

 

Não dá mais para ficar com discurso de crise. Reclamar e jogar a culpa na crise é muito mais para quem não fez a lição de casa na hora certa

“Não dá mais para ficar com discurso de crise. Reclamar e jogar a culpa na crise é muito mais para quem não fez a lição de casa na hora certa. Quantos Estados estão atrasando salário hoje? Se fossem vinte, tudo bem, mas não é, são cinco ou seis. Então esses têm problemas em casa”, afirmou o ex-prefeito, em entrevista à Rádio Vila Real FM, nesta quinta-feira (8).

 

Culpa a Silval

 

Mauro também criticou o fato de Taques culpar o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) pelas dificuldades do Executivo.

 

Na avaliação do ex-prefeito, o Governo Taques tem erros e não se planejou da forma que deveria.

 

“Isso é lamentável. Não tem como dizer que não houve erros. Seria esconder o sol com peneira. Cabe ao governo, ao próprio governador vir a público e dizer quem errou. Ficar falando só que é Silval, não dá. O Taques poderia, no começo do seu mandato, ter tomado medidas necessárias e corrigido erros que ele atribui a Silval Barbosa”, disse Mauro.

 

“Alguém errou. Quem foi? O governador Taques, certamente deve ter a culpa dele, assim como deve ter tido o Silval. Os problemas não nasceram só nos últimos três anos. A saúde pública, por exemplo, é um problema estrutural, falar que é culpa de Pedro Taques seria injustiça. Agora, problema grave se encara de frente, toma medidas duras, na hora certa. Com conversinha fiada, promessas vazias não administra e não entrega resultados”, disparou o ex-prefeito.

Cabe ao governo, ao próprio governador vir a público e dizer quem errou. Ficar falando so que é Silval, não dá

 

“Duodécimo e confusão”

 

Outro crítica do ex-prefeito foi relacionada aos atrasos no pagamento de duodécimo (repasse constitucional) aos Poderes e instituições.

 

“Quem aumentou o orçamento dos Poderes de 2015 para 2016? Não devia ter aumentando tanto. Aumentou e agora não consegue pagar. Cria uma confusão”, disse.

 

Não o bastante, Mauro ainda lembrou que as reformas administrativa e tributária, prometidas pelo Governo Taques, não saíram do papel.

 

“Ouvi, durante muito tempo, o governo falar que estava preparando uma reforma administrativa e uma reforma tributária. E pergunto: Houve nos últimos três anos alguma dessas reformas?”, questionou.




Clique aqui e faça seu comentário


29 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Gilmar  10.02.18 07h03
Não se iludam estão todos juntos, isso é só um rodízio para continuarem sangrando Mato Grosso. Para acabar com isso, procurador Mauro 2018.
3
6
AROLDO NUNES  10.02.18 06h59
Falar que o governador não resolveu o abacaxi que Silval deixou. Todos cuiabanos passamos esses 3 anos com o governo atual resolvendo obras mal acabada de Silval. E tudo que Mauro fez com ajuda desse governo, inclusive muita obra mal feita.
3
5
Joel Mesquita   10.02.18 04h33
Mauro é candidatíssimo...E certamente será eleito...
7
5
antonio  09.02.18 18h13
Eu votei no mauro, inclusive o Pedro taques o ajudou a ser eleito, agora que ele quer ser candidato vem com esse discurso de politico falastrão. A verdade é uma só, isso é traição sim. Outro fato a ser analisado é que os poderes com o tal do duodécimo e os funcionários públicos com RGA ajudou na crise que ai esta. Ora, porque os poderes não abrem mão do excesso de arrecadação e destina estes valores para o pagamento da divida dolarizada? a responsabilidade é de todos os poderes. Senhores, o poço não tem fundo, tá na hora de todos ceder e não criticar. Voto no Pedro o resto é falácia.
7
5
Aldo Vicente Filho  09.02.18 14h50
Se fosse governador teria feito o mesmo! Ano de eleição é tudo igual, todos sabem fazer tudo. Mas quando entram fazem o mesmo ou pior, porque ele não resolveu os problemas de Cuiabá, isso é conversa em período eleitoral. Isso que escrevi não é uma defesa à gestão de Taques não, porque também acho não ter sido um grande governador. Tudo conversa para enganar o eleitor, isso acontece de 4 em 4 anos.
35
22
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados