ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Política / SUPLENTE
13.04.2017 | 15h38
Tamanho do texto A- A+

Jajah critica retorno de Wilson e diz que faltou “comunicação”

"Fiquei surpreso, muito surpreso, quando soube pela imprensa", disse Jajah

Reprodução

Clique para ampliar

O deputado Jajah Neves: embaraço no Legislativo

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O deputado estadual Jajah Neves (PSDB) criticou a forma repentina como o deputado Wilson Santos (PSDB) deixou a Secretaria de Cidades e retornou ao Legislativo.

 

O retorno, segundo Wilson, é para defender a importância das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Com a volta, Jajah, que é suplente, terá que deixar suas atividades.

 

Jajah afirmou que ficou sabendo da decisão de Wilson por meio da imprensa e que faltou, da parte do colega, ao menos uma ligação. Além disso, disse acreditar não haver necessidade do retorno para defender o VLT.

 

“Fiquei sabendo, como todos, pela imprensa. Indaguei o deputado Wilson, até porque temos muitas discussões nesta casa. Fiquei surpreso, muito surpreso, quando soube pela imprensa, devido aos nossos trabalhos aqui. Sem sombra de dúvidas, uma volta repentina”, disse em conversa com a imprensa, nesta quarta-feira (12).

 

“Eu disse a ele, e digo publicamente, que caberia uma ligação, um aviso. Mas o deputado tem os motivos dele. A discussão do VLT e outras. Acredito que não teria a necessidade desse retorno para tratar desse tema. Mas, o entendimento cabe ao Wilson, que é o titular da vaga”, afirmou.

 

O deputado tem os motivos dele. A discussão do VLT e outras. Acredito que não teria a necessidade desse retorno para tratar desse tema

O suplente disse que, por conta da decisão do colega, teve que desmarcar uma série de agendas com prefeitos do interior. Isso porque ele é presidente de uma frente parlamentar que discute questões ligadas ao Vale do Rio Cuiabá.

 

“Não me sinto chateado ou desrespeitado. Sinto que alguns trabalhos deixam de ser desenvolvidos. E sinto que poderia ter sido diferente, havido uma comunicação, antecedido uma conversa. Mas não me cabe exigir isso. Eu tenho uma postura, Wilson tem outra, cada um tem sua postura e temos que respeitar”, disse.

 

Sem acordos financeiros

 

Jajah Neves ainda rebateu especulações de que haveria um desentendimento por conta da verba indenizatória, de R$ 65 mil.

 

“Comigo posso garantir que nunca haverá. Jamais. Enquanto eu estiver deputado, vou cumprir a lei do Estado e regimento desta casa. De minha parte, não há falcatrua. Cheguei aqui pelo voto do povo e podem ter certeza que não existe possibilidade de acordões. Se existe acordão em algum segmento da Assembleia, não é com Jajah Neves e jamais será”, afirmou.

 

Incidente

 

O deputado estadual Wilson Santos minimizou o ocorrido e chamou o episódio de incidente.

 

Ele disse ter um “carinho especial” com Jajah e que o suplente poderá continuar usando seu gabinete no período que ele estiver na Assembleia.

 

“Esse pequeno incidente está resolvido. É o desejo nosso de ver esse VLT logo, andando, circulando. Não há nenhum desentendimento com o Jajah, tenho muito carinho por ele. Ele tem ocupado meu gabinete, o que é algo até diferente aqui, porque muitos suplentes não têm autorização para entrar em gabinete de titular. Ele ocupou todo o gabinete e pode continuar usando normalmente. Da minha parte não há nenhum incômodo”, disse.

 

Leia também:

 

Wilson retorna à AL e quer mudar pontos de relatório da CPI

 

WS se afasta da Secid para defender acordo do VLT na Assembleia

 

Oscar: “Querem ‘patrolar’ a Assembleia, mas não vão conseguir”




Clique aqui e faça seu comentário


1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Mario  13.04.17 16h34
Jajah é um ser humano como qualquer um, tem que ser respeitado e observarem que mesmo sendo suplente, não é qualquer um que chega como primeiro suplente, ele teve 16.000 mil votos e respeito sua posição e seus votos, não votei nele, mas o vejo como um sonhador e pessoas que tem sonhos, são pessoas vencedoras, essa casa deve respeito um ao outro e acredito que o Sr. Wilson Santos e o Sr. Governador não irão deixa-lo olhando ao oriente.
23
254

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados