ENQUETES

O que você achou da condenação de 9 anos e meio de prisão para Lula?

PUBLICIDADE

Política / “SEM 3º TURNO”
10.01.2017 | 10h50
Tamanho do texto A- A+

Emanuel e WS "enterram" rivalidade e fecham parceria pelo VLT

Tucano e peemedebista se encontraram nesta terça no Alencastro para tratar sobre modal de transporte

Douglas Trielli/MidiaNews

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário de Cidades, Wilson Santos

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) se encontrou pela primeira vez, desde o fim das eleições, com o agora secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB), seu rival na disputa eleitoral. Ambos fecharam uma parceria pela retomada das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

 

No encontro, na manhã desta terça-feira (10) no Palácio Alencastro, Emanuel oficializou a liberação do servidor da Prefeitura, Rafael Detoni, ex-assessor especial da Secopa, para integrar o Conselho Executivo das Obras do VLT, que será formada em favor da retomada das obras. Além disso, o peemedebista irá indicar outros técnicos para compor o grupo.

 

“Está tudo superado. Não tem terceiro turno. Agora é hora de unir forças. O secretário Wilson foi prefeito duas vezes de Cuiabá, é daqui, o governador Pedro Taques é daqui e temos uma oportunidade ímpar de unir forças e todos os esforços necessários pra fazer os investimentos que Cuiabá tanto precisa”, disse Emanuel.

 

“Foi um dia importante para Cuiabá em que superamos todas as divergências e encerramos aqui a disputa eleitoral passada. E agora temos o dever, como os dois últimos remanescentes de uma geração de políticos que começou nos anos 80, somarmos forças e fazermos tudo que estiver ao nosso alcance em favor dessas obras”, afirmou Wilson.

 

Na reunião, Wilson agradeceu ao decreto do peemedebista que paralisou o processo de licitação dos ônibus da Capital. Segundo ele, a medida foi importante para não travar, futuramente, o processo. E pediu que Emanuel conceda isenção de impostos e taxas para todas as obras do modal.

 

Marcus Mesquita/MidiaNews

Wilson Santos

“Foi um dia importante para Cuiabá em que superamos todas as divergências e encerramos aqui a disputa eleitoral passada"

“Queremos repetir a modelagem do Rio de Janeiro, que trouxe os transportadores urbanos, através de ônibus, para operação. Lá no Rio há um Consórcio de quatro mãos em que os transportadores urbanos têm 25% da operação. Aqui, pensamos assim e fico feliz que o prefeito também pensa que a MTU possa participar, se sinta responsável e que o VLT e os ônibus não sejam rivais, mas, sim, se completem”, disse o tucano.

 

Ainda no encontro, Wilson revelou a Emanuel que acredita que o VLT de Cuiabá terá o quilômetro mais barato do Brasil. E disse que os estudos internos revelam que o trecho da Avenida Fernando Corrêa ao Centro deverá ser o mais “superavitário”. Além disso, citou que nos cruzamentos entre veículos e o VLT, o semáforo será comandado pelo próprio modal.

 

Retomada das obras

 

No conselho que irá tratar das obras, além de Detoni e do secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, Jayme Campos (DEM), José Piccolli Neto, que é cuiabano e foi responsável pela implantação do VLT do Rio de Janeiro, também ajudará no processo.

 

“Estamos montando uma equipe à altura dessa obra”, disse Wilson.

 

Ainda segundo o tucano, a obra somente será retomada após a Justiça homologar o acordo feito entre o Governo e o Consórcio VLT. O valor final não foi revelado pelo secretário.

 

“Estamos trabalhando com cuidado com relação a prazo e valores. Acredito que no primeiro semestre a obra será retomada. Mas ela passa por processos judiciais e essa questão tem que ser minuciosamente trabalhada, sob pena de haver vícios que possam, mais à frente, paralisar. Então, vamos demorar um pouco mais para recomeçar e recomeçar com toda segurança jurídica necessária”, completou.

 

Leia também:

 

WS diz que obras do VLT recomeçam ainda no primeiro semestre

 

GALERIA DE FOTOS




Clique aqui e faça seu comentário


6 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

LISBETE  11.01.17 07h48
E CUIABÁ ESTÁ SEM COLETA DE LIXO....
4
1
João Ferreira Leite Júnior  11.01.17 07h36
É o que se espera de um gestor público.
4
1
Carlos Elpídeo  11.01.17 06h41
O Wilson nos bastidores sempre atacou a administração Mendes com luva de pelica, desde o setor da educação à saúde. Sabiamente o Mendes não respondeu, deu o troco nas eleições.
2
1
Moises  11.01.17 04h38
Puxa, como mudam de opinião rapidinho esse povo.... e eu que pensava que já tinha lido de tudo...!!!
3
0
maria aparecida  10.01.17 16h37
o agora prefeito tem mesmo que aproveitar a chance de consertar a besteira em que participou quando era deputado, é uma forma de se redimir junto a população por ter deixado tamanha destruição tomar conta das cidades de Cuiabá e VG, sendo que projeto inicial já ajudaria no transito.
4
1

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados