ENQUETES

A que você atribui a renovação da Assembleia e da Câmara neste ano em MT?

PUBLICIDADE

Política / "FARRA" NA AL
10.10.2018 | 07h10
Tamanho do texto A- A+

Eleito quer redução de verba de R$ 65 mil e prestação de contas

"Primeira proposta é a redução de todas as verbas. Não dá mais para aceitar essa farra com o dinheiro"

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O deputado estadual eleito Ulysses Moraes

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

Coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL) em Mato Grosso, o deputado estadual eleito Ulysses Moraes (DC) afirmou que assim que assumir, em fevereiro de 2019, irá propor projetos como a redução da verba parlamentar e maior prestação de contas.

 

Atualmente, cada deputado tem direito a R$ 65 mil de verba para cobrir despesas do exercício da função. Além disso, recebem um salário de R$ 25,3 mil.

 

“A primeira proposta é a redução de todas as verbas parlamentares. Quando chegar lá, vou ver como a gente faz. Não dá mais para aceitar essa farra com o dinheiro público que o pessoal vem fazendo”, disse.

 

“Outra coisa que temos que obrigar de imediato é prestação de contas. Chega de deputado não prestar contas. Chega. Isso tem que acabar. E vai ser o meu primeiro projeto lá dentro. Isso tem que acabar”, afirmou.

 

A primeira proposta é a redução de todas as verbas. Não dá mais para aceitar essa farra com o dinheiro público que o pessoal vem fazendo

Em agosto deste ano, os parlamentares foram alvo da Operação Déjà Vu. Segundo o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), “notas frias” eram utilizadas para simular a compra de materiais de papelaria e informática e assim justificar os gastos dos parlamentares com a verba indenizatória.

 

O MPE aponta para um desvio de mais de meio milhão de reais. 

 

“O que faremos agora é um trabalho de austeridade e mostrar, efetivamente, que a gente veio para mudar. Não é um discurso de renovação por renovação. É chegar lá e cortar verba, cortar na carne, mostrando para o povo, efetivamente, que tem que ter dinheiro para outras coisas”, disse.

 

“Chega de deputado ficar ganhando aquele monte. Temos que chegar lá e mostrar que é possível fazer muito mais com menos. Foi isso que preguei durante toda a minha campanha e é o que vou fazer lá. Mostrar que é possível ser honesto lá dentro. Fazer uma política de exemplo. É isso que precisamos mostrar”, afirmou.

 




Clique aqui e faça seu comentário


67 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

carvalho  11.10.18 15h58
Boa Ulysses, bora pra cima, estamos de olho no seu desenvolvimento, apostamos em você! Boa sorte.
16
0
ANNA RUBIA SILVA  11.10.18 13h45
Parabéns Deputado pela conquista! a sociedade clama por deputados atuantes. Chega de projetos que só reduzem os direitos de trabalhadores e aposentados,sendo que deputados além do salário ganham um plus a mais que são as verbas indenizatórias.Vamos cobrar prestação de contas dessas verbas. Espero que sua garra perdure por todo mandato que não seja mais um alienado.
6
1
PAULO SILVA   11.10.18 13h18
D U V I D O...
6
6
Miguel  11.10.18 11h47
Apoiado, é o começo da mudança que queremos.
59
2
Servidor   11.10.18 11h02
Louvável a atitude do deputado eleito, contudo sugiro que convoque a população para o debate, pois creio que alguns deputados não comunguem com essa ideia, e não aprovarão esse projeto. É importante salientar que o valor da verba é de R$ 65.000,00 multiplicado por vinte e quatro deputados que dá um valor mensal de R$ 1.560.000,00 esse valor durante o mandato de quatro anos custara para o contribuinte o montante de R$ 74.880.000,00 SETENTA E QUATRO MILHÕES OITOCENTOS E OITENTA MIL REAIS.
64
2
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web