ENQUETES

Você é a favor ou contra Silval fazer delação e ganhar a liberdade?

PUBLICIDADE

Política / "TEMOS QUE TRABALHAR"
24.02.2017 | 17h41
Tamanho do texto A- A+

“Discutir 2018 agora é papel da oposição; nós temos que trabalhar”

Vice-governador Carlos Fávaro condenou discussão antecipada das próximas eleições

Marcus Mesquita/MidiaNews

Clique para ampliar

O vice-governador Carlos Fávaro: cedo para discutir 2018

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) avalia que este não é o momento para o grupo do governador Pedro Taques (PSDB) começar a discutir composições para as eleições de 2018. Para ele, tal papel agora é da oposição.

 

Nesta semana, uma reunião da cúpula do PSB em Mato Grosso com a nacional, que integra a base aliada do Governo, deliberou que a sigla deverá estar na disputa majoritária em 2018 .

 

“Discutir 2018 agora é papel da oposição. Nós temos que trabalhar, estamos em pleno mandato com muitas realizações já acontecendo. E, tenho certeza, que se continuarmos nesse ritmo de entrega, chegaremos fortalecidos em 2018, que é a hora de discutir política”, disse.

 

“Estamos trabalhando em um mandato e temos que focar em cumprir as obrigações que firmamos com a sociedade. Vai chegar a hora de discutir política. Mas ainda é muito cedo para quem está governando. A oposição faz o papel dela enquanto nós governamos o Estado”, afirmou.

 

ai chegar a hora de discutir política. Mas ainda é muito cedo para quem está governando. A oposição faz o papel dela

Fávaro disse que todos os membros da base têm direito a estar na disputa majoritária – que integra Governo e Senado –, mas evitou dizer que irá buscar se manter na vice caso Taques dispute a reeleição.

 

“É legítima a presença do PSB na majoritária. Assim como é legitima a presença do PSDB, do PSD e de toda a base aliada. Mas vamos discutir política em 2018. Neste momento, esta base aliada forte, que tem mais de 100 prefeitos e ampla maioria na Assembleia e bancada federal, tem que trabalhar por Mato Grosso. E em 2018 tenho certeza que estaremos unidos pleiteando um novo mandato para este grupo”, disse.

 

Credenciados

 

Por fim, o vice afirmou que o governador e ele estão focados em cumprir os compromissos firmados em 2014. Feito isso, ele acredita que o grupo estará credenciado para a próxima disputa eleitoral.

 

“Estamos juntos para fazer o melhor para o Estado e cumprir compromissos que fizemos com a população. Feito isso, credencia este grupo a disputar a eleição, credencia o governador Pedro Taques a pleitear novo mandato. Mas não é momento de discutir isso, mas, sim de trabalhar”, afirmou.

 

Leia também:

 

PSB nacional quer candidatura majoritária em MT; Mendes é cotado




Clique aqui e faça seu comentário


3 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

ronaldo araujo  25.02.17 09h51
Ta certo mesmo, pq até agora 3 anos e esse governo não fez nada.
5
0
Willian  25.02.17 08h09
Trabalhar? Desde quanto? Ate agora ninguém, mas ninguém mesmo viu nadica de nada! Opinião publica geral.
6
0
Marcio  25.02.17 00h57
Nem nulo ou branco vou votar pra não dar chance desse PSDB E Taques ganhar....votarems em qualquer um, menos nesse grupo que ta aí....
6
0

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados