ENQUETES

A aliança de Mauro Mendes com o MDB de Carlos Bezerra:

PUBLICIDADE

Política / SENADO E VICE
11.07.2018 | 07h59
Tamanho do texto A- A+

DEM não quer que "briga" por vagas prejudique aliança política

Chapa de Mauro Mendes tem ao menos três nomes disputando duas vagas ao Senado

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O deputado federal Fabio Garcia: "vamos tomar decisão que mantenha união do grupo"

CAMILA RIBEIRO E DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O pesidente do Democratas em Mato Grosso, deputado fedeal Fabio Garcia afirmou que o grupo que apoia a candidatura do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), ao Governo do Estado está tentando acomodar os três nomes que tentam uma vaga ao Senado nas eleições deste ano.

 

Nos bastidores, é dada como certa a candidatura do ex-senador Jaime Campos (DEM), ficando a segunda a vaga a ser disputada pelo ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e pelo deputado federal Adilton Sachetti (PRB).

 

Vamos respeitar a opinião de todos os partidos e lideranças que estão conosco. Vamos dialogar pra tentar encontrar solução e juntos tomaremos a melhor decisão possível e aquela que consiga unir o grupo que hoje está conversando”, afirmou Garcia.

 

Vamos dialogar pra tentar encontrar solução e juntos tomaremos a melhor decisão possível e aquela que consiga unir o grupo que hoje está conversando

Segundo ele, ao menos até o momento, o DEM não pediu para que nenhum desses nomes recue das candidaturas almejadas.

 

Há informações, por exemplo, de que Sachetti poderia concorrer como vice-governador ao lado de Mauro.

 

“Não pedimos pra ninguém desistir de nada. Com maturidade e diálogo chegaremos a uma solução. Vamos tomar essa decisão conjuntamente. Quanto ao Sachetti, não conversamos sobre essa questão, pois respeitamos o projeto dele de candidatura ao Senado”, afirmou o presidente.

 

Vice de Mauro

 

Apesar de afirmar que respeita a decisão de Sachetti, Garcia observou que ele seria um bom nome para concorrer como vice, assim como o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT).

 

Ambos, segundo o presidente, fizeram boas administrações nas cidades em que foram gestores – Sachetti foi prefeito de Rondonópolis, entre 2005 e 2008.

 

“Os dois são grandes líderes, reconhecidos pela população dos Municípios que comandaram. O Pivetta foi um belíssimo prefeito de Lucas, por três vezes. Ajudou a  construir um Munícipio que hoje tem o melhor IDH de Mato Grosso, a melhor educação do Estado e que é referência no Brasil”, disse.

 

“E o Sachetti foi um grande prefeito de Rondonópolis, ajudou a desenvolver aquele município. Um dos maiores prefeitos que já tivemos no Estado. São dois grandes perfis e vamos continuar dialogando pra ver se a gente encontra a solução”, concluiu Garcia.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Blairo: “É óbvio que se o Adilton for candidato terá o meu apoio"

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web