Cuiabá, Sexta-Feira, 18 de Janeiro de 2019
AJUSTES NA MÁQUINA
20.12.2018 | 11h20 Tamanho do texto A- A+

Assembleia encurta férias e vota medidas de Mendes em janeiro

Legislativo vai apreciar reforma das secretarias, junção do Fethab 1 e 2 e a Lei Orçamentária Anual

Alair Ribeiro/MidiaNews

O governador eleito Mauro Mendes e o presidente da AL, Eduardo Botelho

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) anunciou que enviará em janeiro à Assembleia Legislativa uma série de medidas para os deputados estaduais votarem, entre elas a reforma das secretarias, a junção do Fethab 1 e 2 e a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019.

 

Desta forma, os parlamentares serão obrigados a encurtarem suas férias, que começa na última semana de dezembro e retornarem aos trabalhos na segunda semana de janeiro.

 

Segundo Mendes, a Assembleia Legislativa já marcou sessões para o dia 9 de janeiro do próximo ano.

 

“A Assembleia antecipou seu retorno aos trabalhos. Como a LOA, não foi aprovada em dezembro, os trabalhos não cessam, eles continuam em regime normal de convocação. Parece que no dia 9 está programado sessão”, disse ele.

 

Nos primeiros dias do nosso mandato, vamos protocolar tudo aquilo que gostaríamos de ter feito agora em dezembro

“Então, nos primeiros dias do nosso mandato, vamos protocolar tudo aquilo que gostaríamos de ter feito agora em dezembro, mas como o governador [Pedro Taques] pronunciou que não o fará, nós faremos nos primeiros dias de janeiro”, afirmou.

 

Duas audiências para discussão da peça orçamentária já está marcada para os dias 10 e 11 do próximo mês. O mesmo deve ocorrer com o Fethab.

 

“Antes das eleições, quando eu era candidato, eu disse à Aprosoja e à Ampa, textualmente e com muita clareza, que se fosse eleito, reencaminharia o Fethab 2 para uma nova edição. Neste momento tão difícil, não podemos abrir mão de nenhum centavo de receita”, disse Mendes.

 

“Entretanto, vamos discutir, sim. Vamos apresentar. Essa discussão vai acontecer dentro da Assembleia. Será uma discussão rápida e objetiva para que lá na Assembleia possamos aprovar. Se tiver que fazer ajustes, faremos ajustes”, afirmou.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Por maioria, deputados aprovam PEC das emendas impositivas




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia