ENQUETES

O que você achou da condenação de 9 anos e meio de prisão para Lula?

PUBLICIDADE

Política / 1ª VOTAÇÃO
08.02.2017 | 11h43
Tamanho do texto A- A+

Assembleia aprova PEC que tenta destravar indicação ao TCE

Proposta busca acabar com imbróglio que suspendeu indicação de ex-conselheiro

Marcus Mesquita/MidiaNews

Clique para ampliar

O deputado José Domingos Fraga (PSD), que pode ser indicado para vaga de Humberto Bosaipo

AIRTON MARQUES
DA REDAÇÃO

A Assembleia Legislativa aprovou em primeira votação a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para tentar destravar a indicação do substituto para a vaga do ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Humberto Bosaipo, que renunciou ao cargo em 2014.

 

De autoria de lideranças partidárias do Estado, a PEC recebeu o voto favorável de 18 dos 24 deputados, em sessão ordinária realizada no fim da manhã desta quarta-feira (8). Para ser aprovada em definitivo, a PEC ainda precisa passar por uma segunda votação, que pode ocorrer ainda nesta quarta.

 

A PEC revoga o que está sub judice. Se revogar, ela perde o objeto e no meu entender a Assembleia estará liberada para fazer a indicação

O processo de indicação está suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou um pedido da Associação Nacional dos Auditores dos Tribunais de Contas do Brasil (Audicon). 

 

A entidade alega a inconstitucionalidade da emenda à Constituição Estadual que amplia o tempo necessário de experiência para que auditores de contas possam ser indicados a um cargo de conselheiro.

 

Na prática, o processo de indicação para o substituto do ex-conselheiro só poderá ser retomado após o julgamento do mérito da ação que corre no STF.

 

De acordo com o deputado José Domingos Fraga (PSD), a proposta irá corrigir a suposta inconstitucionalidade e possibilitar que a Assembleia Legislativa possa indicar o substituto de Bosaipo - que antes de renunciar já estava afastado do TCE-MT desde 2011, após ser acusado de peculato e lavagem de dinheiro.

 

“A PEC revoga o que está sub judice. Se revogar, ela perde o objeto e no meu entender a Assembleia estará liberada para fazer a indicação. Até porque não se discute de quem é a vaga do Bosaipo, se discute a emenda que fala do tempo necessário para auditores de contas e Ministério Público de Contas serem indicados a conselheiros”, explicou ao MidiaNews, nesta semana. 

 

Nos bastidores, a informação é de que o próprio Zé Domingos deve ser o nome indicado para a vaga de Bosaipo. Ele, entretanto, não confirma esta informação.

 

Indicação de conselheiros

 

Segundo a Constituição Federal, dos sete membros dos Tribunais de Contas, três vagas são indicadas pelo governador. Destas três, duas têm que ser preenchidas por conselheiros substitutos e procuradores de contas. As outras quatro vagas são preenchidas por indicação do Poder Legislativo.

 

No entanto, segundo Zé Domingos, o Executivo teria quatro nomeados. Isso porque o conselheiro Waldir Teis foi uma indicação do então governador Blairo Maggi (PP), mas esta vaga seria do Legislativo.

 

Na corte de contas, os conselheiros Antônio Joaquim, Valter Albano e o José Carlos Novelli são indicações do ex-governador Dante de Oliveira.

 

Já Humberto Bosaipo, Sergio Ricardo e Domingos Neto foram indicações do Legislativo.

 

Leia mais:

 

Assembleia deve buscar duas cadeiras no Tribunal de Contas

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados