ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Polícia / ESTELIONATO
14.07.2017 | 08h10
Tamanho do texto A- A+

Polícia prende bacharel com 91 máquinas de cartão

A prisão se deu após investigação conjunta das polícias de Mato Grosso e São Paulo

Divulgação

Clique para ampliar

As máquinas de cartão apreendidas pela Polícia Civil

DA REDAÇÃO

Uma ação conjunta da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, por meio da Diretoria de Inteligência e a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil de São Paulo levou a prisão de um estelionatário com 91 máquinas de cartão débito/crédito e dez ordens de serviços de entrega do produto.

 

O bacharel em Direito, T.R.A, 31 anos, foi autuado em flagrante pelos crimes de falsidade ideológica e estelionato.

 

Nas investigações conduzidas pela Polícia Civil de São Paulo foi possível identificar o suspeito após a prisão de uma mulher, que acabou apontando T.R.A com a pessoa que a teria aliciado para solicitação de máquinas da empresa Cielo, utilizando o número de CPF de outras pessoas.

 

Conforme apurado, as máquinas eram mandadas para os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Com base nas informações, os policias civis descobriram o investigado morando no bairro 1º de Março, em Cuiabá, e durante monitoramento foi possível avistar o momento em que era entregue pelo representante da empresa Cielo, sete caixas da máquina de cartão.

 

Na ocasião, ao receber os produtos, T.R.A. assinou o documento de recebimento com seu nome, mas com o CPF do outro. Após a abordagem, os policiais realizaram buscas na casa e apreenderam mais 80 caixas com as máquinas adquiriras de forma ilícita.

 

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à DERF de Cuiabá, interrogado e autuado em flagrante por falsidade ideológica e estelionato. Ele foi encaminhado para audiência de custódia, no Fórum da Capital. 

 

De acordo com o delegado, Guilherme Berto Nascimento Fachinelli, a diligências continuarão com objetivo de identificar e prender outros possíveis envolvidos nesse tipo de ação criminosa. “O preso também será indiciado pela Polícia Civil de São Paulo pelos mesmos crimes e vamos iniciar investigações por Cuiabá para identificar se há a participação de mais pessoas”, afirmou.

 

A ação contou com a participação do delegado Guillherme Bertoli. 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados