ENQUETES

O que Cuiabá deveria ganhar de presente de aniversário?

PUBLICIDADE

Polícia / PAI DENUNCIOU
15.04.2018 | 11h29
Tamanho do texto A- A+

Polícia Civil prende tio por estupro de vulnerável

Suspeito foi autuado em flagrante e também responderá pelo crime de ameaça

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

Homem foi preso pela Polícia Civil, em Confresa

DA REDAÇÃO

Um homem acusado de estupro de vulnerável contra a sobrinha de 12 anos foi preso pela Polícia Judiciária Civil, no município de Confresa (1.160 km a Noroeste). O suspeito de 37 anos foi autuado em flagrante e responderá também pelo crime de ameaça.

 

O preso possui vínculo familiar e os abusos foram denunciados pelo pai da menor, que após desconfiar dos fatos procurou a Delegacia de Polícia,  em meados de 2016. Desde então, a Polícia Civil de Confresa instaurou inquérito e vinha investigando o caso.

 

No entanto, na sexta-feira (13), a direção da escola onde a menina estuda, chamou os avós para comunicar mudanças no comportamento da aluna. Ocasião que o Conselho Tutelar e a Polícia Civil tomaram conhecimento que a menor havia voltado para Confresa.

 

Ela estava novamente morando próxima ao agressor, e que os crimes continuavam a acontecer.

 

Diante das informações, os investigadores de polícia, com apoio do Conselho Tutelar, realizaram diligências na zona rural para localizar testemunhas e condução da vítima, momento em que perceberam a veracidade dos fatos, inclusive com suposta coação por parte de alguns familiares da menor para ocultação os fatos.

 

Todos foram encaminhados para delegacia.

 

Com apoio do psicólogo do município e da equipe do Hospital Municipal de Confresa, foi constatado que os crimes sexuais continuavam, bem como as ameaças contra a menor.

 

O delegado André Rigonato, diante da existência de crime e indícios de autoria, encaminhou a vítima ao Conselho Tutelar para adoção de medida de proteção, onde será tamém acompanhada pela equipe do CREAS.

 

O tio da menina foi preso e autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável e ameaça. Ele foi transferido para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

 

“Quero agradecer a dedicação dos policiais civis que participaram desta prisão, inclusive o empenho da equipe do Conselho Tutelar de Confresa e da equipe da Prefeitura Municipal com a prevenção e trabalhos técnicos realizados”, destacou o delegado André Rigonato.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados