ENQUETES

Você é a favor ou contra Silval fazer delação e ganhar a liberdade?

PUBLICIDADE

Polícia / JOGO SUICIDA
20.04.2017 | 09h52
Tamanho do texto A- A+

Jovem é preso após divulgar “falso desafio” em MT

Rapaz disse que tudo não passou de "uma brincadeira"; ele foi preso e encaminhado para a delegacia

Reprodução/Montagem

Clique para ampliar

Texto compartilhado no WhatsApp motivou prisão do suspeito

JAD LARANJEIRA
DA REDAÇÃO

Um jovem de 24 anos foi preso pela Polícia Militar de Novo Mundo (785 km ao Norte de Cuiabá) após divulgar “prints”,  pelo WhatsaApp, com um falso desafio do jogo suicida denominado “Baleia Azul”. O caso gerou pânico nos pais da pequena cidade.

 

A prisão ocorreu nesta quarta-feira (19). O jogo ganhou repercussão após uma garota de 16 anos se matar em Vila Rica (1.259 km de Cuiabá) no dia 11 de abril, supostamente instigada pelo jogo macabro, que lista 50 desafios, sendo o último obrigando a pessoa tirar a própria vida.

 

A mensagem compartilhada dizia que o jovem estava no décimo desafio do jogo, que seria distribuir balas envenenadas para as crianças de uma escola. No texto, o rapaz ainda pede desculpas e diz para os pais ficarem atentos as crianças que aceitarem balas de estranhos.

 

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem foi identificado e preso. Ele confessou que tudo “era apenas uma brincadeira”.

 

Em seu depoimento, o suspeito relatou que recebeu o texto de uma pessoa que mora em Sinop e que alterou trocando alguns dados e divulgou no grupo da rádio em que trabalha.

 

O rapaz afirma que não participava do tal jogo e que tudo era uma "brincadeira de mau gosto" e também que nunca foi ameaçado por ninguém, conforme relatou no texto compartilhado.

 

Ainda conforme o BO, tal notícia causou pânico e pelo menos três pessoas procuraram a polícia para relatar o ocorrido.

 

Morte em MT

 

A garota de Vila Rica, vítima do jogo suicida, foi dada como desaparecida ainda na madrugada de terça-feira (11), quando os pais não a encontraram em seu quarto.

 

A menina teria deixado uma carta se despedindo e contando que cometeria o suicídio por estar participando do jogo.

 

A mãe da jovem relatou que a filha teria apresentado cortes nos braços, há aproximadamente dois meses, que podem ter sido motivados pelas "tarefas" impostas aos membros do jogo.

 

O corpo da adolescente foi encontrado por volta das 14h dentro de uma lagoa. A Polícia Militar fez a retirada e o local acabou cercado por curiosos.

 

Campanha

 

A Polícia Militar de Vila Rica afirmou que subiu para onze o número de participantes do "Desafio da Baleia Azul" no Estado.

 

Os novos jogadores foram identificados nos municípios vizinhos, onde está sendo realizada palestras, no intuito de fazer com que seja extinto os grupos do   jogo macabro no Estado.

 

Pelo menos onze municípios serão visitados pelos policiais militares.

 

“Também vamos orientar os pais para passar a ter esse cuidado e fazer o monitoramento nos celulares dos filhos. Se possível recolher e cortar o acesso a internet. A situação é grave e estamos realizando esse trabalho para que consigamos interromper a atividade desse jogo suicida”,contou o tenente-coronel da PM, Joel Outo.

 

“Desafio da Baleia Azul”

 

Aparentemente, o “Desafio da Baleia Azul” começou na Rússia e tem atraído crianças e adolescentes por meio da internet.

 

O jogo funciona da seguinte forma: “o curador” (pessoa que controla o jogo) envia diariamente, por 50 dias, um desafio, sempre às 4h20 da madrugada, para um grupo de pessoas, sob a pena de serem expostas na rede.

 

Os jogadores devem postar nas redes sociais uma prova de que completaram o desafio. O jogo termina no desafio de número 50, quando o participante tira a própria vida.

 

A chegada do tal jogo mortal ao Brasil já dá sinais há alguns dias. No YouTube, por exemplo, jovens com milhares de seguidores fazem vlogs (diários em vídeo) dizendo que aderiram ao jogo e incentivando seus fãs a fazerem o mesmo.

 

Um deles chega a dizer que tem “10% de chance de sobreviver” em uma das transmissões. Algumas chegam a ter quase 400 mil visualizações.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Polícia identifica mais participantes do jogo da “Baleia Azul”

 

Brasil já registra suicídios e mutilações ligados ao jogo "Baleia Azul"

 

Garota encontrada morta postou no Instagram: “Última foto”

 

PM lança ação contra suicídio; Vila Rica teria mais participantes

 

Garota é encontrada morta e polícia suspeita de jogo suicida

 




Clique aqui e faça seu comentário


4 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

ANDERSON QUEIROZ BARBOSA  20.04.17 15h39
A justiça consegue retirar o Whatsapp do ar quando quer e porque não faz o mesmo com a página da Baleia Azul? Estranho isso! Vão deixar os jovens se matarem até quando?
14
1
Edson  20.04.17 15h31
Se de fato foi uma brincadeira, imaginem quantos pais, tios, irmãos, avós esse endivido não tirou o sossego. Infelizmente, devido a tantas barbárie que vem ocorrendo nos últimos tempos, no mínimo ficamos preocupados com nossas crianças e adolescentes que são muito vulneráveis. Se comprovado, ESSE INDIVÍDUO DEVERIA NO MÍNIMO, FICAR UNS 30 DIAS PRESO, PARA QUE SIRVA DE EXEMPLO. Somente assim, pensariam um pouco mais antes de sair espalhando esse terror para a sociedade.
6
0
+Marcelo F  20.04.17 11h32
Esse é o futuro do país, independente de que partido assumir a educação de nossos jovens vai de mal a pior.
36
5
Lindomar  20.04.17 10h43
É pra acabar um jovem de 24 anos já não é mais criança, cadê o senso de responsabilidade que esse rapaz deveria ter, que as autoridades agem com rigor para prevenir outras brincadeiras de adultos irresponsáveis.
47
1

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados