Cuiabá, Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
INCENDIOU A CASA
08.11.2018 | 08h15 Tamanho do texto A- A+

Homem tenta matar filha queimada e é impedido pela esposa

Ao ser frustrado, ele ateou fogo na residência, que destruiu pertences das vítimas

Alair Ribeiro/MidiaNews

Polícia Militar foi acionada e prendeu suspeito

A Polícia Militar prendeu, nessa quarta-feira (7), José Mauro Soares de Moura, de 42 anos, suspeito de tentar atear fogo na filha, D.C.S.M., de 20 anos, no Bairro Doutor Fábio II, em Cuiabá. 

 

Segundo a PM, a tentativa de homicídio ocorreu na madrugada, quando o pai teria jogado álcool no corpo da vítima, sendo impedido de queimar a jovem pela esposa, M.J.V.S., de 32 anos, que é madrastra da vítima.

 

Após a ação, ele fugiu do local, retornando pouco depois com um galão de álcool, ateando fogo na casa, sem se importar com os demais integrantes da família. Dentro da casa, além da esposa dele, estavam outros dois filhos menores dentro, que conseguiram sair a tempo.  

 

O suspeito fugiu novamente, desta vez em um Corsa prata, sendo localizado por policiais do 3º Batalhão da PM e passando a fazer manobras perigosas em alta velocidade sentido bairro CPA, a fim de escapar da abordagem. Tiros foram dados nos pneus do veículo para cessar a fuga.

 

Durante o trajeto até a Central de Flagrantes, o suspeito teria continuado a ameaçar as vítimas, dizendo que iria acabar com a vida delas. Não foi revelado o que teria causado as atitudes do pai.

 

O fogo destruiu diversos pertences das vítimas e móveis da casa, mas foi contido pela equipe do Corpo de Bombeiros. Uma moto Honda Biz verde também ficou danificada pelas chamas.




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia