ENQUETES

Com mais esse escândalo, você acha que Temer deve renunciar?

PUBLICIDADE

Polícia / VEJA O VÍDEO
20.03.2017 | 08h23
Tamanho do texto A- A+

Homem é baleado e morre após tentar tomar arma de policial

Policiais militares e populares ficaram feridos; Delegacia de Homicídios irá investigar o caso

Reprodução/ilustração

Clique para ampliar

A confusão, que envolveu PMs e terminou em morte, aconteceu na noite deste domingo

JAD LARANJEIRA
DA REDAÇÃO

Um homem identificado como Benilson da Silva, de 29 anos, morreu na noite deste domingo (20), após ser baleado ao tentar tomar à força a arma de um policial militar, no Bairro Santa Rosa 2, em Cuiabá.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu por volta das 20h, quando a viatura da PM - que estava em rondas - avistou quatro homens em atitude suspeita, sendo que um deles saiu correndo.

 

Ao fazer a abordagem deste suspeito, os policiais viram quando ele arremessou um pacote dentro de uma residência. A PM suspeita que seja cocaína.

 

Segundo o BO, a confusão começou após a polícia dar voz de prisão para Benilson, que gritou afirmando que não seria preso.

 

Neste momento, várias pessoas saíram de dentro da casa e começaram arremessar latas e garrafas de vidro nos PMs.

 

Os policiais reagiram e atiraram duas vezes com disparos de arma não letal contra as pessoas, na tentativa de dispersá-las, porém sem sucesso.

 

Com isso, Benilson teria se aproveitado da confusão, pegado um capacete e agredido um policial, que revidou novamente, atirando com bala de festim.

 

Mesmo diante dos disparos, os policiais foram cercados pelos populares. Os PMs imediatamente acionaram reforço. Neste momento, Benilson teria novamente avançado contra os PMs e pego um deles pelo pescoço.

 

Ele teria lutado com o militar na tentativa de pegar sua arma. Na confusão, houve um disparo, que acertou Benilson no tórax.

 

Com isso os populares, se dispersaram. O suspeito foi socorrido e encaminhado para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde não resistiu aos ferimentos e morreu poucas horas depois.

 

Os outros envolvidos – populares e policiais - também receberam atendimento médico.

 

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada e irá investigar o caso.

 

Veja o vídeo da confusão:

 




Clique aqui e faça seu comentário


1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Diego  20.03.17 13h33
Diego, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados