ENQUETES

Você é a favor ou contra O FIM do estatuto do desarmamento?

PUBLICIDADE

Polícia / NO INTERIOR
17.05.2017 | 16h45
Tamanho do texto A- A+

Apresentador de TV e família são sequestrados e deixados na Bolívia

Casa do jornalista, em Pontes e Lacerda, foi invadida; Policiais procuram por suspeitos

Reprodução

Clique para ampliar

Jornalista e família foram resgatados por fazendeiro da região

VITÓRIA LOPES
DA REDAÇÃO

A Polícia Civil de Pontes e Lacerda (442,8 km de Cuiabá) investiga um assalto e sequestro relâmpago da família do apresentador Antônio Luiz Neto, da TV Guaporei, filiada a TV Record do município.

 

A residência do jornalista foi invadida por um criminoso, no último sábado (13). Ele rendeu o apresentador junto com sua esposa, duas filhas e o genro e os levou até a região da fronteira com a Bolívia.

 

Conforme informações preliminares, o assaltante estava armado. Ele seguiu com os reféns até o Parque de Exposições da cidade, com o carro da família, um Fiat Toro. Lá, buscou outro comparsa e foram rumo à fronteira da Bolívia.

 

O jornalista e sua família foram deixados na região já de madrugada. O veículo deles foi roubado e provavelmente levado para o País vizinho, distante a 840 km de Pontes e Lacerda.

 

Eles foram resgatados por um fazendeiro que morava próximo do local. Logo depois, registraram o boletim de ocorrência diretamente na Polícia Civil.

 

A Polícia Civil investiga o caso e a identificação dos suspeitos e envolvimento de mais pessoas no sequestro.

 

Outro caso

 

Conforme MidiaNews registrou, no início do mês, dois vereadores e mais duas pessoas foram vítimas de um sequestro relâmpago no município de Araputanga (337,3 km de Cuiabá). Sandra Lopes (PSD) e Luiz Seixas (PSB) foram abordados por três suspeitos perto da Câmara Municipal.

 

De acordo com a Polícia Civil, os vereadores tinham acabado de sair de uma audiência pública na Câmara, por volta das 22 horas, quando foram abordados pelos suspeitos ainda na rua. O filho de Luiz Seixas, de nove anos, estava na hora do sequestro e foi levado junto.

 

As vítimas ficaram na mira dos bandidos por mais de uma hora, sendo abandonadas a 180 km de onde foram sequestrados, no distrito de Corixa, em Cáceres (217,6 km de Cuiabá), que faz fronteira com a Bolívia.

 

Ainda de acordo com a Polícia, sequestros relâmpagos são comuns na região e a motivação do crime não deve ter envolvimento político. Além disso, as investigações já tem a indicação de quem possa ser os suspeitos, que já atuaram em outros crimes semelhantes.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados