ENQUETES

Após a operação da PF, você vai parar de comer carne da Sadia, Perdigão, Friboi e Seara?

PUBLICIDADE

Polícia / QUERÊNCIA
19.03.2017 | 11h45
Tamanho do texto A- A+

Após morte de jovem, motorista deve responder por homicídio culposo

Jovem estava no veículo que se envolveu em acidente em Querência

Reprodução

Clique para ampliar

Motorista, que também se feriu, tinha sinais de embriaguez, disse a polícia

DO G1-MT

O motorista de uma caminhonete que perdeu o controle do veículo e caiu em uma lagoa no município de Querência, a 912 km de Cuiabá, deve responder por homicídio culposo após a morte da jovem Taiana de Moraes Machado, de 18 anos, que era passageira do veículo.

 

Ela e outras três pessoas estavam no carro no momento do acidente. De acordo com a Polícia Militar, o médico que atendeu a ocorrência o motorista apresentava sinais de embriaguez. Ele foi detido e conduzido para a Central de Flagrantes.

Taiana morreu no local. As outras vítimas ficaram feridas e foram encaminhadas para uma unidade de saúde daquele município. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

 

Segundo a Polícia Civil, o condutor do veículo já prestou depoimento e foi liberado. Ele de responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O acidente


À polícia, o motorista afirmou que seguia na pista correta quando viu duas carretas vindo em sua direção, sendo que uma delas estava ultrapassando a outro veículo de carga. Ele contou que tentou desviar e caiu na lagoa, que fica a aproximadamente 25 km da zona urbana daquele município, como consta no boletim de ocorrência. Eles seguiam no sentido Distrito Coutinho União-Querência.

 

O motorista disse que tentou socorrer, primeiro, as duas vítimas que sobreviveram e, em seguida, retirou Tainara, que já estava morta. Em depoimento à Polícia Civil, o motorista de uma ambulância, que seguia pela via e socorreu as vítimas, afirmou ter tentado reanimar a vítima, porém, ela já estava sem vida.

 

Desse modo, ele levou as outras vítimas ao hospital, deixou Tainara no local e acionou a polícia.

 

Tainara morava em Água Boa, a 736 km da capital, onde o corpo dela deve ser velado e sepultado.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados