Cuiabá, Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
ROBERTO DE BARROS FREIRE
12.07.2018 | 23h00 Tamanho do texto A- A+

Um bandido caro

Todo dia, toda hora, em todas as instâncias, na imprensa, eis que nos deparamos com a onipresença de Lula

Quanto nos custa o prisioneiro Lula? Todo dia, toda hora, em todas as instâncias, na imprensa, eis que nos deparamos com a onipresença de Lula nas páginas policiais e nos teatros judiciais, sempre pleiteando direitos, quando o problema é não ter cumprido com os deveres, o que faz, ou deveria fazer, as pessoas como ele perderem parte dos seus direitos.

 

Não sei quanto custa a Justiça, mas se veem vários juízes, desembargadores, ministros avaliando pleitos desse indivíduo, enquanto milhares de pessoas sequer são atendidas por esses juízes, desembargadores ou ministros.

Serão suas visitas revistadas como ocorre com as visitas dos demais presos? Ele deveria dividir uma cela com outros presos, e como os demais ter o mesmo tratamento

Não acho justo, sequer razoável, alguém ocupar tanto tempo e tantas pessoas com seu caso particular, enquanto há milhares de pessoas que estão presas e sequer foram julgadas. Não é razoável haver tantos recursos para serem impetrados, nem tantas instâncias julgando um mesmo caso. Os casos de Lula parecem com aumento de combustível, ocorre a toda hora: nunca se sabe se será solto ou se será mantido preso. Além de cansar nossa atenção, monopolizando as TVs, nos dá a impressão que seu problema é superior aos problemas de todos os demais.

 

E Lula é caro não só pelos custos no judiciário, pela enxurrada de recursos que se utiliza, mas pela prisão especial em que está recluso, pelos custos de dar tratamento especial, rompendo com qualquer princípio de igualdade. Visitas, horários especiais, a possibilidade de receber mais visitas que os demais, ter televisão, uma suíte, enfim, tratamento vip se comparado aos demais prisioneiros.

 

Serão suas visitas revistadas como ocorre com as visitas dos demais presos? Ele deveria dividir uma cela com outros presos, e como os demais ter o mesmo tratamento. O Brasil só fará justiça quando der tratamento igualitário a todos. Até o momento se dá inúmeras regalias à elite política ou econômica.

 

O fato é que nesse fim de semana último, um desembargador partidário, membro do PT, ampliou ainda mais os custos judiciais do bandido Lula, dando-lhe um habeas corpus, sem ter competência para tanto, sem ter sequer um motivo razoável, cuspindo na decisão colegiada do seu tribunal, assim como jogando fora decisões de instâncias superiores – STJ e STF.

 

Ocupou o judiciário o dia todo com sua atuação antirrepublicana e imoral. Deveria ressarcir o judiciário, pois ampliou seu custo, e mais, ser processado por danos morais, pois tornou nossa justiça ridícula pela prevaricação cometida. Isso foi uma afronta à justiça, a sociedade civil, a nação, ao povo que Lula diz defender, enquanto encarece os custos do judiciário e do sistema prisional.

 

Por fim, ainda emporcalha as eleições, pois excluído da mesma por recair na lei da ficha limpa, uma vez que está condenado em segunda instância, fica querendo interceder e obstruir as mesmas, querendo injustamente participar, para o que colocará milhões de recursos judiciais para tentar adiar o inadiável, a decisão final que ele é inelegível por uma lei que ele mesmo promulgou.

 

O certo seria também parar de colocá-lo em discussão nas eleições, pois além de ser carta fora do baralho, temos problemas demais para resolver para nos preocupar em resolver os problemas de Lula. O PT está fora das eleições, sua única proposta é salvar Lula, sem proposta para a nação, mas ainda assim encarecerá nossas vidas e mamará nos fundos eleitorais: passará as eleições nas portas dos tribunais encarecendo o judiciário.

 

ROBERTO DE BARROS FREIRE é professor do Departamento de Filosofia da UFMT




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
6 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Luciene de Oliveira  12.07.18 20h17
VERDADEIRO E ESCLARECEDOR o Artigo DE UM Professor apartidario e muito culto.
3
5
wagner marinho  12.07.18 17h01
Pesquisem sobre o professor e verão que ele e bem mais petista do que parece, a mensagem do texto e a seguinte,lula solto e mais barato para o Brasil... ACORDEM
3
7
Kamikase  12.07.18 11h42
Seria bom se o filósofo revelasse quem é o candidato que ele apoia, assim como disse o amigo José Cuiabano, a gente poderia entender o artigo.
16
15
José Cuiabano  12.07.18 08h52
Engraçado o Digno Professor de Filosofia. Ele deveria comentar também como o Ex-Presidente Lula, tem hoje, conforme as pesquisas, quase 40 milhões de votos para Presidente. Deveria comentar sobre esses Eleitores: são alienados, pobres, não sabem escolher candidato. E por fim,deveria - ou ter a coragem de falar - quem é o seu candidato nas próximas eleições, assim poderemos entender o seu 'lindo' artigo.
28
25
RICARDO BASSO  12.07.18 08h27
Parabéns Professor! Brilhante texto..
23
21

Leia mais notícias sobre Opinião:
Novembro de 2018
16.11.18 07h26 » Ele escolheu a miséria?
16.11.18 07h15 » MT e a Revolução Industrial
16.11.18 07h08 » Interesses comercias de MT
16.11.18 07h00 » Sistema ineficiente
15.11.18 07h04 » Eleições OAB-MT 2018
15.11.18 07h02 » Um ano da Reforma Trabalhista
15.11.18 07h01 » Inoportuno!
15.11.18 07h00 » Taxação do agronegócio
14.11.18 07h04 » Idosos e a isenção de IPTU