ENQUETES

Na sua opinião, os "Amarelinhos" da Prefeitura de Cuiabá:

PUBLICIDADE

Opinião / WILSON FUAH
18.03.2017 | 09h19
Tamanho do texto A- A+

Saber viver a cada momento

O importante é não esquecer do poder do equilíbrio pessoal, pois as etapas perdidas não voltam mais

Ao comprometermos com projetos que são infinitamente superiores as nossas forças, a possibilidade de desistência é enorme, mas é importante adotar o prazer pela realização, antes que as renúncias tomem conta das nossas vontades.  

          

Ao envolver-nos com um projeto que não sabemos onde vamos chegar, o importante é não esquecer do poder do equilíbrio pessoal, pois as etapas perdidas não voltam mais, e saiba que o arrependimento chega sempre atrasado, pois na sequência, é que adquirimos o faculdade  de saber que tudo aquilo que não nos interessa mais, deve ser abandonado a cada faxina existencial e essa limpeza da alma deve acontecer ao completar anos da vida, mais conhecido como aniversário.

      

Para estabelecer  um comportamento apropriado, faz parte do primeiro capítulo, os inevitáveis obstáculos, a cada um com as suas dificuldades, por isso,  não devemos usar tudo que  acontece de ruim  como desculpa para ser agressivo  ou decidir por  impulsos, só sabemos que estamos preparados quando saímos dos sonhos para instalar a realidade em nossas vidas,  fazendo com que torne fatos objetivos, pois tudo aquilo que acreditamos, faz com que a força do pensamento humano seja fortificado no poder das realizações.

        

Às vezes é complicado entender como certos sacrifícios e privações são imprescindíveis para que possamos conceber os projetos em busca dos nossos objetivos, mas depois dos primeiros passos temos que entender que os nossos sonhos provocam imposições em forma de mudança, crescimento, até que  enfim possamos entender o que é verdadeiramente, a necessidade de conquista dentro de nós mesmo.

 

A cada evolução provoca mudanças, e essas mudanças provocam transformações dentro de nós, para aqueles que não desistem nunca, a realização do sonho passa a ser apenas um detalhe evolutivo em suas vidas, porque somos um pouco de tudo, tudo que vamos escolhendo ao longo dos estágios da vida.

    

Concluindo: os sonhos viram realidades quando a nossa mente e o nosso coração estabelecem regras para serem compridas durante a peregrinação pela vida, ao idealizar os objetivos em nossas mentes e constituirmos todas as nossas ações baseada na capacidade de entendimento, sabendo que o mundo dos nossos desejos pode até ser maior do que imaginamos, mas mesmo assim, embora possamos dar algumas mancadas de um lado, sempre haverá compensação de outro, pois para equilibrar as nossas vidas, temos que vivenciar tudo que for necessário em busca da nossa felicidade, pois se não existe trilhas temos que fazer uma, o importante é não ficar paradas esperando que as trilhas se façam sozinhas, ou que alguém viva a sua vida por você.

 

Wilson Carlos Fuáh é especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com         




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Julho de 2017
26.07.17 08h39 » Victório Galli e os eleitores de Bolsonaro
26.07.17 07h15 » Bulimia e problemas dentários
26.07.17 07h12 » Uma montanha de livros
26.07.17 07h00 » Civilidade, já!
26.07.17 06h40 » João, o maestro
26.07.17 06h39 » Eu temia que o Temer iria fazer isso
26.07.17 06h30 » Violência banal
25.07.17 23h00 » Ocupação socialmente responsável
25.07.17 07h00 » Estereótipos prejudiciais às negras
25.07.17 06h58 » Decisões políticas e Judiciário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados