ENQUETES

Qual sua expectativa sobre a seleção brasileira nesta Copa?

PUBLICIDADE

Opinião / ONOFRE RIBEIRO
13.04.2018 | 05h05
Tamanho do texto A- A+

Reagrupamentos

No correr desta semana esses pequenos grupos se reuniram num almoço onde o prato foi bacalhau

As eleições vinham mornas. Articulações fraquinhas. A desistência do senador Blairo Maggi, no mês de março, de candidatar-se à reeleição deu a arrancada. Estavam todos os postulantes à espera da sua orientação.

 

De repente o processo ganhou pressa. De um lado pra ocupar o espaço de Blairo como candidato e como líder político. Mas, principalmente porque se viu que Blairo Maggi era a grande liderança política no estado. À altura ou maior do que o governador Pedro Taques naquele momento.

 

O tabuleiro imediatamente após a desistência bagunçou todo. Pedro Taques se viu candidato sozinho à reeleição no primeiro instante. Mas o que ninguém previa é que o grupo que elegeu o governador não fosse tão sólido quanto foi e m 2014. Aos poucos parte do grupo afastou-se do governador. Separado começou a tentar construir caminhos.

No correr desta semana esses pequenos grupos se reuniram num almoço onde o prato foi bacalhau. Lá estavam todos os cardeais dos partidos dissidentes do governador

No correr desta semana esses pequenos grupos se reuniram num almoço onde o prato foi bacalhau. Lá estavam todos os cardeais dos partidos dissidentes do governador. Do governador, não do PSDB.  Carlos Fávaro, Mauro Mendes, Zeca Viana, Otaviano Piveta, Júlio Campos e Fábio Garcia, entre outros que representam uma tentativa de frente política nova em oposição ao governador Pedro Taques.

 

A reunião, a princípio quis tirar um nome pra ser o candidato a governador. Depois percebeu que havia pelo menos três nomes: Otaviano Piveta, Carlos Fávaro,  e Mauro Mendes.

 

Os dois primeiros completamente desimpedidos de obstáculos. O que pareceu perfeitamente certo foi que desse grupo sairão candidatos aos cargos majoritários de governador e de senador com grandes chances. É um grupo de grande consistência. O senador Welinton Fagundes é uma candidatura posta a governador, mas tem chances de se agrupar junto com aqueles do almoço, formando uma frente com candidatura única.

 

De outro lado o governador Pedro Taques cuja candidatura é quase 100 por cento certa. Os desgastes políticos poderiam, eventualmente, fazê-lo mudar de ideia. Muito difícil!

Desse modo, parece muito claro à luz do que está acontecendo neste instante, que serão dois os candidatos a governador: Pedro Taques e outro entre aqueles citados.

 

Mas na prática há outra leitura fora da eleitoral. Depois do surgimento de Blairo Maggi na politica de Mato Grosso em 2002, parece possível a aglutinação de um grupo muito poderoso que inclui um senador com mandato, quatro ex-prefeitos, vice-governador, deputados federais, ex-governadores e ex-senadores. É um grupo com forte cultura política.

 

De repente surge uma via política nova em Mato Grosso capaz de confrontar o governador Pedro Taques além de criar caminhos novos para uma futura política mais abrangente e duradoura.

 

ONOFRE RIBEIRO é jornalista em Cuiabá

 

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Junho de 2018
20.06.18 10h20 » Casa de Cupim
20.06.18 10h18 » Gestão da Petrobrás
20.06.18 08h51 » Ativismo judicial e a revolução pelas canetas
20.06.18 08h30 » Retrovisor e luz de ré
19.06.18 23h00 » Custos da máquina pública
19.06.18 17h11 » Imposto sobre a morte?
19.06.18 16h50 » Organização x burocratização
19.06.18 14h12 » Toda improbidade gera inelegibilidade?
19.06.18 09h00 » Todos contra a MP 841
18.06.18 23h00 » Mato Grosso não piorou nos últimos anos!

1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados