ENQUETES

Como você vai gastar seu 13º salário?

PUBLICIDADE

Opinião / SÁGUAS MORAES
04.12.2017 | 20h00
Tamanho do texto A- A+

O presidente e o saco de maldades

Após um ano e meio de Governo, o peemedebista Michel Temer, na verdade, tornou-se uma margem de erro

Michel Temer (PMDB) é o presidente mais impopular da história do Brasil. Após um ano e meio de governo, o Ilegítimo tornou-se uma margem de erro.

 

Apenas 3% da população aprova o pemedebista, enquanto 97% o rejeita.

 

Esse prodígio de rejeição deve-se a três fatores: a ascensão de Temer ao cargo sem voto popular, as práticas de corrupção dele e de seus ministros e o programa regressivo, impopular e antinacional que eles estão implementando.

 

O Brasil não suporta mais o Governo Temer. Entretanto, o presidente conseguiu escapar de duas investigações criminais por corrupção no exercício do mandato, cujas denúncias com provas robustas foram apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR), mas rejeitadas pela Câmara dos Deputados.

 

Em votação no plenário da Câmara, no mês de agosto, Temer escapou de ser afastado do cargo e investigado por corrupção passiva por 263 x 227.

 

A PGR havia denunciado o ilegítimo por ter pedido ao dono da JBS, Joesley Batista, R$ 480 milhões que seriam entregues ao presidente por intermédio de seu ex-assessor, Rocha Loures.

 

A primeira parcela do pagamento, no valor de R$ 500 mil por semana, foi entregue em uma mala a Rocha Loures, por um funcionário da JBS.

Os financiadores do golpe contra Dilma Rousseff ainda esperam que Temer e sua maioria no Congresso consigam finalizar a aprovação do pacote de maldades

 

A ação foi filmada pela Polícia Federal e Loures foi preso com a mala de dinheiro.

 

No dia 19 de outubro, a Casa de Leis rejeitou a segunda denúncia contra Temer por um placar de 251 a 233.

 

Dessa vez, a acusação da PGR era de Formação de Quadrilha envolvendo Temer, Moreira Franco (ministro da Secretaria Geral da Presidência), Elizeu Padilha (ministro-chefe da Casa Civil) e os ex-ministros que estão presos, Henrique Eduardo Alves e Geddel Viera Lima, além do ex-deputado Eduardo Cunha, também preso, todos do PMDB.

 

Temer ainda foi acusado por obstrução de Justiça por ter autorizado que Joesley Batista comprasse o silencio do doleiro do PMDB, Lúcio Funaro, que está preso.

 

Diante de todos esses fatos que envergonham a Nação, por que Temer ainda continua na presidência da República?

 

Porque os financiadores do golpe contra Dilma Rousseff ainda esperam que Temer e sua maioria no Congresso consigam finalizar a aprovação do pacote de maldades, que começou a ser implementado após a queda ilegal da presidenta eleita.

 

O presidente e sua base aliada já conseguiram aprovar a mudança nas regras de exploração do Petróleo, que na prática entrega do pré-sal para as petroleiras estrangeiras; a terceirização para todos os setores da Economia, que produz o aumento da jornada dos trabalhadores com redução de salários; a Reforma Trabalhista, onde o interesse dos patrões se sobrepõe aos direitos trabalhistas; e o congelamento por 20 anos dos recursos da Saúde, Educação e Segurança Pública.

 

Porém, Temer ainda não conseguiu aprovar a reforma da Previdência.

 

A PEC da reforma Previdenciária propõe na prática a entrega das aposentadorias dos brasileiros aos bancos privados, com a consequente extinção da Previdência Pública (INSS).

 

O mercado financeiro que apoiou o Golpe segura Temer na presidência para que ele e sua base aliada aprovem essa reforma, que fará com que mais da metade dos brasileiros morram antes de se aposentar.

 

É contra mais essa maldade desse Governo ilegítimo e sua base parlamentar sustentada com cargos e emendas, que a bancada do PT e os partidos de esquerda e progressistas estão lutando na Câmara.

 

Contamos com seu apoio nessa luta.

 

Não à Reforma da Previdência!

 

Fora, Temer!

 

Diretas Já!

 

SÁGUAS MORAES é deputado federal pelo PT de Mato Grosso.




Clique aqui e faça seu comentário


19 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

+Marcelo F  05.12.17 10h08
Que maravilha, acabei de ler no fogo amigo que o "nobre" deputado petista arregou e colocou o médico, saco de pancada e ex-carinha de bom moço lúludio cabral para se candidatar a câmara dos deputados...
2
1
KS  04.12.17 17h32
Dá nojo só de olhar a cara desse deputado mau caráter. Volte para cima do caminhão que vc caiu.
30
11
Boanerges  04.12.17 17h26
Ságuas PETISTA.. Temer pertence ao QUADRILHÃO PT-PMDB... Você trabalhou para eleger Temer duas vezes.. Dilma perdeu de 10x0 pra o TCU... só a PETEZADA acha que foi golpe... FORA PT e PMDB..
31
10
Chacal  04.12.17 16h01
Volte para medicina pediátrica, aliás de onde o senhor jamais deveria ter saído, faça um bem a sociedade de Juína.
28
10
JJ veslasques  04.12.17 15h26
Tem que acabar com o foro privilegiado desses caras, E investigar esse Sujeito lá de JUINA. Esse sim e Rosaneide... Esses sim tem BO grande na Educação..
28
7

Leia mais notícias sobre Opinião:
Dezembro de 2017
13.12.17 07h02 » Este país é uma piada
13.12.17 06h58 » Viciados em telas azuis
13.12.17 06h50 » Dor ciática? Pode ser hérnia de disco!
13.12.17 06h45 » Brutalidade criminal
13.12.17 06h30 » A China gafanhoto e nós caipiras
12.12.17 21h00 » Superando desafios
12.12.17 20h00 » Isonomia e a pequena empresa
12.12.17 12h00 » Arquitetos, voos e ferrovias
12.12.17 06h57 » Rio de Janeiro x MT
12.12.17 06h50 » O impacto de um sorriso

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados