ENQUETES

Qual característica é mais importante em um candidato ao Governo?

PUBLICIDADE

Opinião / EDUARDO SUPLICY
15.04.2018 | 08h48
Tamanho do texto A- A+

O muro de Trump

Governos devem se unir para dizer não ao muro que o presidente quer erguer na divisa com o México

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, representará Donald Trump na Cúpula das Américas, em Lima. Ótima oportunidade para uma ação solidária dos Congressos Nacionais e governos das três Américas ao México, no sentido de não se permitir que o governo Trump construa o muro que irá separar os EUA do México, ao longo de toda a fronteira, e de toda a América Latina.

Que essa iniciativa venha a ser abraçada por todas as nações, desde o Canadá até a Argentina.

Trump enviou solicitação ao Congresso de US$ 18 bilhões para a construção do muro. Pediu verba para a contratação de 10 mil agentes imigratórios e outros serviços de tecnologia, totalizando US$ 33 bilhões ao longo de dez anos para ações de segurança na fronteira. Tem o desplante de dizer que o México é quem vai pagar pelo muro. O Congresso dos EUA reluta em aprovar a iniciativa.

O discurso mais famoso do presidente republicano Ronald Reagan, em 12 de junho de 1987, aconteceu diante do Muro de Berlim


Nos países da União Europeia, hoje, as pessoas de quaisquer países podem atravessar as fronteiras sem ter a necessidade de mostrar seus passaportes, podendo escolher livremente onde estudar, trabalhar ou morar. Habitantes dos países do Mercosul e da Unasul já não precisam mais de passaportes para visitar outros países, bastando apenas mostrar a carteira de identidade.

O discurso mais famoso do presidente republicano Ronald Reagan, em 12 de junho de 1987, aconteceu diante do Muro de Berlim, conhecido como o Muro da Vergonha.

 

Em frente ao Portão de Brandemburgo, diante do líder soviético Mikhail Gorbatchov, de outros governantes e de uma multidão, disse Ronald Reagan: "Há um sinal que os soviéticos podem dar que seria inequívoco, que faria avançar dramaticamente a luta pela liberdade e pela paz. Secretário-geral Gorbatchov, se você busca a paz, se você busca a prosperidade para a União Soviética e a Europa Oriental, se você busca a libertação: venha até este portão...derrube este muro!"

Finalmente, em 9 de novembro de 1989, aquele Muro da Vergonha foi derrubado, o que foi festejado por toda a humanidade.

Muito mais sensato será Trump olhar para o bem-sucedido exemplo de seu país, no Alasca, e destine aquele montante de recursos para a formação de um Fundo Permanente das Américas que, dentro de alguns anos, permitirá que do Alasca até a Patagônia possam todas as pessoas, não importa a sua origem, raça, sexo, idade, condição civil ou mesmo socioeconômica, participarmos da riqueza comum das Américas como um direito à cidadania. 

Para isso se tornar realidade, todos os países das Américas devem colaborar com recursos.

Há 36 anos, o Alasca distribui um dividendo anual igual para todos os seus habitantes residentes ali há um ano ou mais. Qual foi a consequência? Em 1980, o Alasca era o mais desigual dos 50 Estados americanos. Hoje, Utah e Alasca são os dois Estados mais igualitários. É suicídio político a qualquer liderança no Alasca propor o fim desse sistema.

Lugares em todo o mundo vêm realizando experiências, debates e implementando a Renda Básica de Cidadania: Macau, Finlândia, Holanda, Ontário (Canadá), Quênia, Namíbia, Stockton (Califórnia), Maricá (Brasil) e outros. O partido Democrata da Califórnia acaba de pôr em sua plataforma a instituição da Renda Básica Universal.

No dia em que tivermos renda básica suficiente para atender às necessidades vitais de todas as pessoas nas três Américas, não haverá necessidade de muros que separem nossos países.

 

EDUARDO SUPLICY é vereador por São Paulo.

 
 



Clique aqui e faça seu comentário


1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Carlos Nunes  15.04.18 12h55
Ih! Muro de Berlim separou o mesmo país...é coisa totalmente diferente. Deve o Trump construir o muro? Deve. O que tem morrido de gente, principalmente de jovens, nos Estados Unidos não tá no Gibi. Especialmente de over dose. Lá não produz drogas, a maioria vem pela fronteira com o México mesmo. Se o Trump impedir que está geração e muitas outras caiam na mão de traficantes...já estará fazendo um bem enorme pro país. Tem um bando de traficantes loucos pra adotar o filho de alguém...e vai adotar, pra encher os bolsos com muito dinheiro.
3
1

Leia mais notícias sobre Opinião:
Abril de 2018
24.04.18 10h38 » Revisão de pensão
24.04.18 10h33 » Impeachment
24.04.18 09h08 » O futuro de Mato Grosso
24.04.18 05h12 » Tiradentes, atualíssimo
24.04.18 05h10 » Novos crimes eleitorais
23.04.18 14h13 » Salgadeira... e agora?
23.04.18 08h17 » A inútil e cara intervenção federal
23.04.18 08h16 » Ajuda ou compartilhamento
23.04.18 07h50 » Agro: orgulho nacional
23.04.18 07h49 » A política não mudou muito em Cuiabá

1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados