ENQUETES

Você é a favor ou contra O FIM do estatuto do desarmamento?

PUBLICIDADE

Opinião / ONOFRE RIBEIRO
21.09.2017 | 06h30
Tamanho do texto A- A+

O barco está virando

Chegamos até aqui depois de uma longa história que passa pelos 40 mil anos que o Homo Sapiens habita no planeta

Na mitologia cristã e na egípcia, assim como na babilônica, viking, celtas, incas, astecas e até dos índios brasileiros, aparecem alegorias a barcos como mensageiros de grandes fatos.

 

O mundo atual acabou-se tornando ao longo do tempo num barco azul navegando no cosmo da constelação Via Lactea.

           

Chegamos até aqui depois de uma longa história que passa pelos 40 mil anos que o Homo Sapiens habita no planeta.

 

Esse homem evoluiu, construiu, destruiu e reconstruiu-se milhares de vezes em guerras, em crises climáticas, em fase de profunda evolução. Neste exato momento ele passa pelo maior de todos esses momentos.

           

Construiu-se de uma forma avançadíssima. Mas junto às inovações maravilhosas, construiu também poderosas contradições.

 

A soma das duas pontas acabou por levá-lo a perder algumas noções fundamentais. De um lado temos avanços tecnológicos e criações maravilhosas.

 

A perda de identidade na relação com a natureza-mãe e com os seus semelhantes. Gerou desigualdades sociais cruéis. Destruiu parte imensa da natureza.

           

Construiu as mais severas injustiças sociais, mas construiu também extraordinárias invenções.

A perda de identidade na relação com a natureza-mãe e com os seus semelhantes. Gerou desigualdades sociais cruéis. Destruiu parte imensa da natureza

 

Matou milhões nas guerras, mas deu saltos depois séculos à frente. Uma estranha equação essa que guia o Homem.

           

Porém, em todas as tradições percebidas em todas as épocas pelos seus pensadores, desenhou-se que num certo momento a inflexão seria inevitável e começaria um inevitável retorno às origens mais puras do ser.

 

O momento é este. Pode parecer aos céticos que tudo seja uma grande besteira. E se não for?

           

Em artigos recentes esses temas foram tangenciados sob a ótica de que existe um governo oculto no mundo, gerenciador das grandes linhas estratégicas da civilização.

 

Há estudiosos espiritualistas muito avançados que asseguram: o momento dessa inflexão se define por esses dias atuais.

 

A prova são as quedas sucessivas dos valores da política, da economia, das instituições e de uma infinidade de comportamentos tradicionais.

 

Em certo momento Jesus Cristo disse: “quem viver verá”.

 

Quem sabe se não é de fato agora mesmo?

 

ONOFRE RIBEIRO é jornalista em Mato Grosso.

onofreribeiro@onofreribeioro.com.br  

www.onofreribeiro.com.br




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Outubro de 2017
21.10.17 07h00 » Cuiabá não pode ser prejudicada
21.10.17 06h45 » Mediação empresarial
20.10.17 07h02 » O papel da oposição e o de líderes
20.10.17 07h00 » Crise moral, pobreza política
20.10.17 06h50 » Educação Política (27)
20.10.17 06h45 » É hora do agronegócio suceder
20.10.17 06h30 » 40 anos depois da divisão – Final
19.10.17 21h00 » Evo, ZPE e Fiemt
19.10.17 20h00 » Nada nos une
19.10.17 06h50 » 40 anos - Polícia Militar

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados