ENQUETES

Você achou justo o afastamento dos 5 conselheiros do TCE-MT pelo STF?

PUBLICIDADE

Opinião / GRACI OURIVES DE MIRANDA
18.04.2017 | 07h30
Tamanho do texto A- A+

“Morro da Luz” ou “morro da morte?”

A sociedade deveria articular-se para refletir sobre os habitantes do local

“Morro da Luz” foi tombado pelo Decreto Lei, número 870 datado de 13/12/1983, como patrimônio Histórico Municipal, poderia ser considerado um cartão postal para a cidade, um parque com capacidade de gerar recursos econômicos e sociais, com preservação das trilhas de caminhada. Faz parte da cultura de Cuiabá, localizado na área central, considerado o centro histórico, ao lado das “Lavras do Sutil”, próximo da região onde se extraia o ouro no século XVIII.

 

De acordo com a Engenheira Sanitarista e Ambiental, Dra Margarida Marchetto 2017, “o local poderia ser considerado um parque com área verde, com a função de minimizar as ilhas de calor. Mas, a realidade é outra, é mais que uma questão ambiental, uma questão social, um parque é uma área de conservação, tem por objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico”.

 

Se estes jovens encontrassem apoio das autoridades nós poderíamos circular nos espaços do “Morro da Luz” sentindo segurança e orgulhosos dos nossos gestores

A sociedade deveria articular-se para refletir sobre os habitantes do local, uma juventude lançada ao abandono pelo poder público. Para cultivar essas vidas, neste ambiente eminentemente ecológico e um exuberante espaço verde, com possibilidade de unir ecologia, arquitetura e humano.

 

Acredita-se que, a partir do momento em que o Estado aplicar ações efetivas para preservação e recuperação das vidas que transitam pelo “morro da Luz”, que, são Jovens usuários de drogas, encontram-se debilitando suas vidas de um lado, e por outro lado estão ladeados de lindas árvores arbóreas. Como se o “brilhante da juventude”, Jovens, o futuro do Brasil, solicitassem socorro para seus pulmões, querendo apoio.

 

A Constituição da Republica Federativa do Brasil, Cap. VI, Art. 225 “Todos tem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

 

Se estes jovens encontrassem apoio das autoridades nós poderíamos circular nos espaços do “Morro da Luz” sentindo segurança e orgulhosos dos nossos gestores.

 

Os Jovens ocupantes do Morro da luz tristemente são: Sem teto, sem saúde, desprovidos de toda a sorte e cultura, homens e mulheres perdidos pela doença: ‘droga’, ocupando um espaço público, sem receber apoio dos ‘Poderes’, na atualidade o cenário é vergonhoso (veja as fotos abaixo)

 

Em se tratando de esperanças, o secretário Zito Adrien, (2017) pontuou: “A revitalização do Morro da Luz é uma forma de se integrar ao Centro Histórico”. Desta forma teremos: “perspectiva de ser feliz existencialmente”. (MARRAFON, 2017).

 

Atualmente o “Morro da Luz”, ambiente ecológico desmotivado, que, cruelmente é o local de preparação para a morte, com dependentes químicos, transitando como zumbis, alucinados pelo excesso de ‘drogas’ e, são corpos que se cambaleiam, tanto para lá e para cá, totalmente abandonados pelas políticas públicas. Isto que o “Morro da Luz”, seja visualizado como incentivador de recuperação para os profissionais incentivarem os usuários que a vida saudável é o maior bem da sociedade. Segundo, o Jornalista Pedro Ribeiro (2017), “presentaço para Cuiabá”.

 

O Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (FDL), Ozair Bezerra (2017) em Cuiabá, enfatiza que podemos ter “Muita gente alegre”. Nós sociedade temos condições de provocar que seja transformada a população de usuários, da treva “droga”, para sobriedade, apontando que existem esperanças e luzes, enquanto existe vida, pontuar aos jovens que a sobriedade e recuperação são relevantes para nosso futuro. E, para que ocorra a CURA, basta também que os “gestores” circulem pelo centro histórico e isto, far-se-á necessário, também articular a sociedade.

 

Os cientistas da Universidade Federal-UFMT, estão ‘antenados’ para que exista ambiente restaurador da vida e do verde do Parque: “Morro da Luz” tanto: humano, cientifico quanto turístico.

 

Sejamos céleres! Para recuperar o brilhante do mundo: Jovens e meio ambiente, assim, teremos corpos serenos entrelaçados, tal como os cipós existente no Morro: segurança e PAZ. Então, o Morro da Luz poderá chamar de Morro de restauração de vidas.

 

Graci Ourives de Miranda é escritora.

 

Referências

 

CIRCUITOMATOGROSSO. Cuiabá, de 6/ a 12 de Abril de 2017.p: 8

 

MARCHETTO, MARGARIDA (2017) Ambiente sustentável.

 

MARRAFON, Marco. A Seduc está vivendo uma nova era. Por Reinaldo Fernandes.

 

CIRCUITOMATOGROSSO. Cuiabá, de 6/ a 12 de Abril de 2017.p: 8

www,circuitomt.com.br

 

MIRANDA, Graci Ourives, fotografia: 1,2 e 3. 2014.

 

RIBEIRO, Pedro Pedro Taques: Cuiabá dos meus amores,  PAGINA12. 2017.

 

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm

GALERIA DE FOTOS




Clique aqui e faça seu comentário


4 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Maria  19.04.17 07h52
O poder publico não oferece tratamento adequado e eficiente e quando os familiares acionar o estado (que por lei deveria cumprir o direiro do cidadão em relacao a saude0 nega, pois eu mesma pedi atraves da defensoria tratamento para familia e foi negado pela Juiza alegando nao ter necessidade. Espera-se o que? que o usuario cometa um crime para ser considerado "apto" ao tratamento????? Julgar, todos julgam.
3
0
PALHARES  18.04.17 09h44
VAMOS FALAR TAMBEM DAQUELA CONTRUÇÃO EM RUINAS QUE FICA EM FRENTE AO MORRO DA LUZ, AQUILO JÁ ULTRAPASSOU O LIMITE DA VERGONHA, JÁ ESTA MAIS DO QUE NA HORA DO ESTADO CONFISCAR AQUELA AREA E DERRUBAR AQUILO TUDO QUE ESTA SERVINDO SOMENTE DE MORADA PARA DROGADOS E ASSALTANTES.PELO AMOR DE DEUS AUTORIDADES, FAÇAM ALGUMA COISA!!!
45
1
Carlos Nunes  18.04.17 09h23
Ih! A estória do Morro da Luz é triste...só os cuiabanos antigos conhecem, outro dia conversando com alguns fiquei sabendo de detalhes que não sabia. Antigamente o Morro da Luz era tudo propriedade particular, era loteado que tinha dono, cada um com seu terreno. Aí, o Dante desapropriou, mas NÃO PAGOU NINGUÉM. Êta, desapropriação boa, pega o negócio dos outros, sem pagar. Conheço um cuiabano que tem escritura de terreno no Morro da Luz, era de seu pai, e nunca recebeu um centavo de indenização. Mandei um whatssap para esse cuiabano, perguntando: Você lembra qual Governador desapropriou o lote de seu pai, no Morro da Luz, e não pagou nada? Resposta: Dante de Oliveira. Dizem que o negócio que não começa bem, nunca dá certo...sempre será a maldição do Morro da Luz. Ficou a dívida lá atrás, e alguém vai ter que pagar. Tem que indenizar primeiro todos os proprietários, para a energia do Morro fluir. Senão fica uma energia negativa no lugar...Ninguém pode pegar negócio dos outros, sem pagar. Só se fosse comunismo. Vôte! Outro dia o MSN divulgou uma matéria macabra lá da China - o jovem Jia estava noivo, quando o governo desapropriou seu terreno, demoliu sua casa, e não pagou nada. Jia protestou na internet, foi condenado à morte por isso. E ainda tem gente que ama o comunismo. É de matar.
14
25
fernando  18.04.17 08h51
ESSE MORRO DA LUZ PASSOU DA HORA DE SER TRANSFORMADO EM COISA ÚTIL. ATUALMENTE SÓ SERVE PRA ABRIGAR BANDIDO E NOIADO.
41
0

Leia mais notícias sobre Opinião:
Setembro de 2017
25.09.17 07h00 » Sabedoria popular
25.09.17 06h56 » Enclaves no cenário estranho
25.09.17 06h55 » A verdade não muda
25.09.17 06h50 » Faces relativas da verdade
24.09.17 21h00 » Sobre censuras
24.09.17 06h58 » Setembro chegou sem FEX
24.09.17 06h50 » Sorriso e autoestima
24.09.17 06h40 » De filhos e netos
24.09.17 06h30 » Zangou tudo
23.09.17 21h00 » Secretário tem mandato ou é mandado?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados