ENQUETES

A que você atribui a renovação da Assembleia e da Câmara neste ano em MT?

PUBLICIDADE

Opinião / EDUARDO POVOAS
13.03.2018 | 23h10
Tamanho do texto A- A+

Insegurança pública

Basta não ser burro para ver os erros das autoridades no combate à violência no País

Não adianta comentar que sendo eu da área da saúde não entendo nada de segurança (ou insegurança) pública, portanto não devo opinar.

 

Ser da área da saúde, da área de ciências exatas, da área econômica ou de qualquer outra área, basta não ser burro para ver que os caminhos que as “otoridades” tratam este problema, são errados há décadas.

 

Almirante, General, Brigadeiro, Cabo, Sargento, Huch, Super Homem, Zorro, Estado Islâmico, etc, ninguém vai resolver o problema da segurança pública enquanto o marginal não voltar a ter medo da polícia.

 

Os marginais perderam o medo da polícia, esta é a verdade! Será que só eu neste universo de mais de 200 milhões de pessoas enxergo assim?

 

General Braga Neto, enquanto neste pais tivermos a Comissão de Direitos humanos da Escola Peter Pan do Leblon, a da escola Luluzinha de Copacabana e a da OAB, esses bandidos sabem que tem costa larga.

 

Sugiro ao senhor que convide representantes dessas comissões de direitos humanos para que subam o morro e tentem convencer o bandido a não traficar e a não matar trabalhadores, pois se algum dos seus homens colocar a mão em algum canalha desses, essas camisões estarão prontas a leva-lo às barras dos tribunais. Ah, peça a eles levarem rosas que os bandidos adoram....

 

Expõe o policial e acobertam o bandido.

O policial sabe que se disparar sua arma na direção de um marginal e atingi-lo, vai responder processo e poderá ir para a cadeia

O problema da segurança pública Brasil afora está em Brasília, está no Congresso Nacional com seus “fazedores” de leis de mentirinha onde classificam o canalhinha juvenil quando preso por um crime, de “estar detido” e não preso. Se isso acontecer comigo ou com você, estaremos PRESOS!

 

Sabe esse canalhinha que vai para um local com toda proteção, sem ninguém poder encostar a mão nele, pois caso isso aconteça, seu autor será capaz de ir para a cadeira elétrica.

 

O policial sabe que se disparar sua arma na direção de um marginal e atingi-lo, vai responder processo e poderá ir para a cadeia.

 

Defendo incondicionalmente os policiais, tantos civis, militares e das forças armadas pois não foram eles que se acovardaram dos marginais e sim as leis vigentes neste pais que os protege e colocaram nossas forças de segurança desprotegidas.

 

Em um pais onde leis protegem bandidos, onde bandido recebe auxilio reclusão, onde a família da vítima recebe “auxilio bolachinha”, ninguém, nem mesmo toda força policial da nação, vai conseguir deter a bandidagem, isto enquanto o bandido não voltar a ter medo da polícia.

 

Se este respeito e medo que o bandido outrora tinha de nossos policiais voltar, ai sim, qualquer criancinha de dez anos vai resolver o problema de insegurança pública. Ou seja, leis duras muito duras.

 

Essa garanto, é a torcida da grande maioria da sociedade, mas infelizmente, as “otoridades” pensam de outra forma. Vamos torcer para que, antes que o Sargento Garcia prenda o Zorro, essas “otoridades” nos livrem da bandidagem.

 

Nos povão, damos muito azar. O bandido parece que escolhem a nós ou aos nossos filhos, pois sabem que não temos seguranças   armados. Poderiam escolher esposas, filhos e autores destas leis de araque, talvez assim, colocando legisladores no nosso lugar, eles teriam a oportunidade de sentir o que um cidadão comum sente.

 

Eleição vem ai. Você está “armado” com seu título. Não votem em calhordas.

 

EDUARDO PÓVOAS é odontólogo em Cuiabá




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Outubro de 2018
18.10.18 09h30 » Bolsonaro e os debates
18.10.18 07h02 » Causa nobre
18.10.18 07h00 » Automutilação
18.10.18 07h00 » O presidente e o SUS
18.10.18 06h55 » De barganha
18.10.18 06h50 » Jesus, a medicina preventiva
17.10.18 07h45 » A vida tem dessas coisas
17.10.18 07h05 » Motivações da Justiça
17.10.18 07h03 » Desperdício com fartura
17.10.18 07h01 » Jaime começou os revisionismos

1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web