ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Opinião / VICENTE VUOLO
14.07.2017 | 08h00
Tamanho do texto A- A+

Educação Política (13)

É preciso ter educação política para entender por que o continente europeu exalta a ferrovia

O Brasil não tem a cultura de viagens de trens. Essa travessia ainda está na imaginação. Ela atravessa cidades, lagos, pantanais, montanhas e florestas para unir as duas pontas do maior país do continente sul americano. Que muitos consideram o mais bonito.

                   

É preciso ter educação política para entender por que o continente europeu exalta esse fantástico meio de transporte.  O trem é a expressão máxima da civilização europeia. É eficiente, charmoso e democrático. A malha ferroviária é ampla e densa. Em geral, os vagões são modernos e confortáveis, incluindo restaurante e bar.

 

Um belo exemplo é o Eurotúnel, o maior túnel submarino do mundo. O trecho submarino tem 38 quilômetros de comprimento escavados em uma profundidade média de 40 metros abaixo do leito do mar. Somente em 2010, cerca de 10 milhões de passageiros cruzaram o Canal da Mancha pelo Eurotúnel.

                   

É preciso ter educação política para saber que patrimônio histórico tem que ser preservado e a cultura ser valorizada. Foi assim, que um grupo de americanos soube da notícia que o sistema de bondes do Rio de Janeiro – que foi considerado pioneiro e um dos maiores do mundo – vinha sendo desativado desde o início da década de 1960.

Pagamos o preço até hoje, não só no “custo Brasil”, onde o escoamento da produção de grãos e a logística de mercadorias torna o país pouco competitivo, mas também em dezenas de milhares de mortes todos os anos nos “acidentes” rodoviários

 

Por módicos US$ 9.100 nos dias de hoje, conseguiu comprar da Companhia de Transporte Coletivos do Estado da Guanabara 12 bondes selecionados por sua variedade e raridade. Levados de navio para os Estado Unidos, esses bondes cariocas foram restaurados e rodam para alegria da Cidade do Amor Fraternal (The City of Brotherly Love), na Filadélfia, no Estado da Pensilvânia.

 

Trata-se da primeira capital dos Estados Unidos, com quase 7 milhões de pessoas.

                    

Ao contrário, a nossa cultura é de pessoas utilizando para o sistema de longa distância apenas o transporte rodoviário e o aéreo. Em apenas 1,6 mil quilômetros de trilhos, passageiros são transportados por ferrovias.

                   

Pasmem! Hoje, existe apenas três linhas de trem de longa distância transportando passageiros no país.

 

Duas são administradas pela Companhia Vale do Rio Doce: uma liga Belo Horizonte (MG) a Vitória (ES), com 664 km, e outra, São Luis (MA) a Parauapebas (PA0, com 870 km. Há uma terceira linha que liga Curitiba a Paranaguá, no Paraná, com 110 km, também concedida a uma empresa privada.

                   

Quem tem a vantagem de conhecer outros países, em especial os desenvolvidos, na América do Norte, na Europa ou na Ásia, percebem que o Brasil perdeu o bonde da história, literalmente. Até a década de 1970 a Finlândia não tinha estradas asfaltadas.

 

Lá a integração nacional se dava por outros meios. O Brasil escolheu as rodovias ainda antes da Revolução de 1930. Uma posição servil e errônea.

 

Pagamos o preço até hoje, não só no “custo Brasil”, onde o escoamento da produção de grãos e a logística de mercadorias torna o país pouco competitivo, mas também em dezenas de milhares de mortes todos os anos nos “acidentes” rodoviários.

                   

Há tempo, porém, para reverter essa escolha infeliz e desastrosa.

 

Podemos elaborar e colocar em prática um ambicioso plano nacional ferroviário, que gere empregos e promova investimentos nas empresas nacionais, e que produz mais integração ainda do país, com o transporte de passageiros e de mercadorias.

                   

Temos capacidade técnica e tecnológica, gente bem formada e empresas. Falta decisão política.

 

VICENTE VUOLO é economista, cientista político e analista legistivo do Senado Federal

vicente.vuolo10@gmail.com




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Setembro de 2017
25.09.17 07h00 » Sabedoria popular
25.09.17 06h56 » Enclaves no cenário estranho
25.09.17 06h55 » A verdade não muda
25.09.17 06h50 » Faces relativas da verdade
24.09.17 21h00 » Sobre censuras
24.09.17 06h58 » Setembro chegou sem FEX
24.09.17 06h50 » Sorriso e autoestima
24.09.17 06h40 » De filhos e netos
24.09.17 06h30 » Zangou tudo
23.09.17 21h00 » Secretário tem mandato ou é mandado?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados