ENQUETES

Nessas eleições, você pretende:

PUBLICIDADE

Mundo / PERIGO NO AR
15.05.2018 | 18h30
Tamanho do texto A- A+

Copiloto é parcialmente sugado após janela de avião estourar na China

Copiloto sofreu arranhões e torceu o pulso. Voo fez pouso de emergência em Chengdu.

(Foto: Reuters/Stringer)

Clique para ampliar

do G1

O copiloto de um voo operado pela Sichuan Airlines foi parcialmente sugado para fora do avião depois que a janela estourou com a quebra de um para-brisa.

 

Com o acidente, o voo que ia da cidade de Chongqing à Lhasa, capital do Tibete, foi forçado a fazer um pouso de emergência no aeroporto de Chengdu.

 

De acordo com uma autoridade da CAA, órgão da aviação civil da China, a janela quebrou quando o avião estava a 10 mil metros de altitude e a temperatura era entre -30ºC e -40ºC. Houve despressurização da cabine.

 

Vídeos feitos por passageiros mostraram que as máscaras de oxigênio caíram e algumas malas caíram dos bagageiros.

Segundo a CAA, citada pela agência oficial Xinhua, o copiloto sofreu arranhões e torceu o pulso. Um outro membro da tripulação ficou ferido no incidente, mas nenhum dos 119 passageiros se machucou.

 

“Quando olhei para o lado, o copiloto estava parcialmente sugado para fora da aeronave. Por sorte, ele estava com o cinto afivelado. Muitos dispositivos estavam com defeito e o avião estava balançando fortemente.

 

Foi muito difícil controlar”, disse o capitão Liu Chuanjian, de acordo com a agência China News Service.

A Sichuan Airlines informou que uma investigação está em andamento.

 

 

Fonte     https://g1.globo.com/mundo/noticia/copiloto-e-parcialmente-sugado-apos-janela-de-aviao-estourar-na-china.ghtml




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados