ENQUETES

Na sua opinião, os "Amarelinhos" da Prefeitura de Cuiabá:

PUBLICIDADE

Meio Ambiente / MUNDO ANIMAL
05.03.2017 | 19h00
Tamanho do texto A- A+

Aves são feridas por cerol no Rio

Proibido por lei, mas fabricado e comercializado no Rio

DE O DIA

Proibido por lei, mas fabricado e comercializado no Rio, o cerol, feito de cola de madeira e vidro moído e usado em pipa, tem feito vítimas no céu do Rio: falcões, fragatas, urubus, gaivotas e gaviões.

 

A denúncia é do veterinário Jeferson Pires, do Centro de Recuperação de Animais Silvestres (Cras) da Estácio, em Vargem Pequena.Ele conta que, por ano, chegam ao Cras cerca de 200 aves feridas por cerol. Desse total, em média 100 são fragatas e seis, falcões.

 

O Falcão Peregrino está com a asa enfaixada devido a um corte profundo e pode ficar impossibilitado de voltar à natureza. Nesse caso, eles são tratados no Cras e levadas para o Ibama, e de lá vão para criadouros ou zoológicos.

 

Nativo da América do Norte o Falcão Peregrino migra para cá fugindo do frio.Mas, muitas dessas aves não têm a ‘sorte’ dessa. Algumas caem em áreas isoladas e acabam morrendo de fome ou da queda.

 

E é nas férias escolares que esses casos aumentam, pois é quando tem mais crianças soltando pipa. Há casos de pessoas que morreram com o pescoço cortado por cerol. E ainda tem gente que fabrica a linha chilena, que corta quatro vezes mais. Está faltando fiscalização. Qualquer denúncia tinha pode ser feita pelo Disque-Denúncia (2253-1177).

 

Fonte     http://blogs.odia.ig.com.br/eobicho/2017/03/05/aves-sao-feridas-por-cerol-no-rio/




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados