Cuiabá, Domingo, 16 de Dezembro de 2018
DECISÃO UNÂNIME
06.12.2018 | 08h31 Tamanho do texto A- A+

TSE invalida votos de Fabris e Kardec fica com a vaga na AL

Relator do caso votou pelo indeferimento e foi seguido pelos demais membros da Corte

Alair Ribeiro/MidiaNews

O deputado estadual Gilmar Fabris que teve recurso negado

DO PONTO NA CURVA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, negou nesta quarta-feira (5) o recurso movido pelo deputado estadual, Gilmar Fabris, que tentou validar os 22.913 votos recebidos nas eleições deste ano.

 

O parlamentar teve seu registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) por ter sido condenado a 6 anos e 8 meses de prisão por peculato e constar na lista de "ficha suja". Por isso, ele concorreu o último pleito na condição de “sub judice”.

 

Para tentar descongelar os votos recebidos, Gilmar entrou com recurso no Tribunal Superior. Mas, o relator do caso, ministro Admar Gonzaga, votou pelo indeferimento, mantendo intacta a decisão do TRE.

 

O relator foi seguido pelos ministros Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Luís Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin, Jorge Mussi, Og Fernandes e Rosa Weber.

 

“O Tribunal, por unanimidade, negou provimento ao recurso ordinário interposto por Gilmar Donizete Fabris, a fim de manter o indeferimento de seu pedido de registro ao cargo de deputado estadual, nos termos do voto do Relator”, diz trecho do acórdão.

 

Com a decisão, a vaga na Assembleia Legislativa fica para o deputado estadual, Allan Kardec, que recebeu 18.629 votos pela reeleição.




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
5 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Cuiabano  06.12.18 14h08
Tchauuuu querido !! Renovação 🙏🏻
131
1
Rogério  06.12.18 13h49
Maravilhosa notícia, da até esperança de que no Brasil ainda tem lei. Glória a Deus.
137
1
Elias Alves Feitosa  06.12.18 10h57
Elias Alves Feitosa, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas
Paula  06.12.18 09h44
Adorei essa notícia!!! 👏👏👏🤣🤣🤣
204
1
Lucas Silva  06.12.18 09h35
Lucas Silva, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas