ENQUETES

A aliança de Mauro Mendes com o MDB de Carlos Bezerra:

PUBLICIDADE

Judiciário / INFÂNCIA
10.07.2018 | 14h06
Tamanho do texto A- A+

MPE notifica Colégio Plural por show com "músicas impróprias"

Promotor cita ainda que estabelecimento realizou apresentações em desrespeito à diversidade religiosa

Reprodução

Clique para ampliar

O promotor de Justiça, José Antônio Borges (no detalhe), que notificou o Colégio Plural

DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) expediu uma notificação para o Colégio Plural, em Cuiabá, por realizar um evento denominado “Festa na Roça” com músicas que seriam impróprias para crianças e apresentações em desrespeito à diversidade religiosa.

 

A notificação foi expedida pelo promotor de Justiça José Antônio Borges, da Promotoria da Infância e Juventude da Capital, após denúncia de pais, na última quinta-feira (5).

 

No documento, o promotor recomendou que o colégio se abstenha de repetir as condutas denunciadas e retire os vídeos e fotos da festa das suas redes sociais, mantendo apenas os que tiverem consentimento expresso dos pais ou responsáveis pelos alunos filmados.

 

Na denúncia, conforme o documento, os pais afirmaram que o colégio - que tem uma das mensalidades mais caras de Cuiabá - contratou o show de uma dupla sertaneja que cantou "músicas impróprias" para as idades e ambiente.

 

A Lei 13.257/2016 (Estatuto da Primeira Infância) na primeira infância – dos zero aos seis anos de idade – é o período em que a criança, com mais intensidade aprende a fazer, a se relacionar e a ser, além de desenvolver importantes valores a partir de suas relações na família, na escola e na comunidade

Ainda segundo a denúncia, o Plural realizou apresentação de cunho religioso específico, “causando, em tese, constrangimento aos estudantes de outras orientações religiosas ou mesmo que ali estão matriculados em razão do caráter de neutralidade religiosa que a escola apresenta aos responsáveis no momento da matrícula”.

 

Para o promotor, é dever do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.

 

Borges frisou que artigo Art. 232 do Estatuto da Criança e Adolescente fixa como crime, submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento.

 

"Estudos recentes desenvolvidos pela Neurociência demonstram que acontecimentos precoces de natureza física, emocional, social e cultural permanecem inscritos nas pessoas por toda vida, de onde se conclui que toda e qualquer situação negativa vivida pela criança pode lhe causar danos irreparáveis”, diz a notificação.

 

Outro lado

 

Ao MidiaNews, a assessoria de imprensa do Colégio Plural afirmou que não há fundamentos nas acusações.

 

Conforme a assessoria, as músicas tocadas na festa não tinham nenhuma conotação sexual.

 

A assessoria ainda frisou que o colégio não defende nenhuma religião, inclusive recebe alunos de todas as crenças.

 

Ainda segundo a assessoria, em respeito ao MPE, o colégio irá atender a notificação, retirando os vídeos das redes sociais e explicando a situação no prazo determinado pelo promotor.

 




Clique aqui e faça seu comentário


91 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Flavia  13.07.18 09h17
Complementando minha opinião de ontem...gostaria de deixar registrado que a preocupação do colégio com a educação e o bem estar de seus alunos/famílias é TAMANHA...que contratou e PAGOU (quantia expressiva) para a vinda do Psicoterapeuta Leo Fraiman ministrar palestra para os pais (no dia 03/08), solicitando em troca apenas alimentos para doações aos necessitados.
6
0
Flávia   12.07.18 17h01
Fiquei profundamente triste com a denúncia. Triste pelo maldoso conteúdo e pela desnecessária exposição do colégio, notadamente da direção, dos seus tão bem preparados professores e, sobretudo, por tabela, de todos os seus alunos (neles incluídos meus filhos). Tudo estava maravilhoso e ocorreu muito bem! A festa, como todos os anos, não deixou a desejar em nada e tudo o que havia lá era reflexo de seu cuidadoso/minucioso/prudente planejamento. E diante de tudo isso, e, ainda, do indiscutível/ímpar preparo educacional do colégio, a denúncia, em minha opinião, reflete que na verdade o som das músicas se ecoava em ouvidos IMPRÓPRIOS, que o que se “reclamou” foi “fabricado” em mentes (minoritárias) um tanto DESOCUPADAS, especialmente quando se tem presente que o mau não está no mundo exterior. Papais...mamães...precisamos nos ocupar com o que é realmente IMPORTANTE!!! Vamos procurar adotar medidas que coíbam que nossos filhos se tornem “filhos do quarto”!!!
14
3
Rosivete  12.07.18 10h05
Fui à festa com minha família e achamos tudo maravilhoso. Uma organização fora do comum, um cuidado excepcional com as famílias, principalmente com as crianças, no acolhimento, na concentração antes das apresentações, durante as apresentações, até num espaço reservado para que cada pai/mãe pudesse ficar próximo do palco para tirar fotos foi pensado. As crianças se apresentaram lindamente e, após a apresentação, foram se divertir no parque dos brinquedos, ao ar livre. A minha filha de 4 anos dançou “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga. Inclusive, essa música está em 4º lugar entre as 100 mais importantes da história do Brasil. Parabéns professora Dani Regina, Talita e equipe pelo comprometimento sério, carinho e dedicação para com as nossas crianças. Curti também a dança country, teve homenagem ao frevo (declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2012), ao vanerão. Percebi é que tudo foi muito bem pensado, planejado e cuidadosamente escolhido. A escola merece sim é reconhecimento pelo belo trabalho realizado e por ensinar a solidariedade a seus alunos. Estou muito satisfeita com o Colégio que escolhi para minha filha. Que os denunciantes também sejam responsabilizados pelas denúncias mentirosas. E quanto aos inúmeros comentários positivos (diga-se de passagem, uma enxurrada, não é mesmo?) a respeito do Colégio e da festa, isto prova o quanto tais denúncias são infundadas. Parabéns equipe! Parabéns Direção. Parabéns Myrna Marques!
19
2
Sofia costa  11.07.18 21h56
Eu sou estudante do colégio plural a dois anos meio,eu acho ultrajante essas ainda tão pequenas que ainda assim se acham extremamente gigantes só _porque tem aos cliques na internet ou porque massacram e devastam pessoas inocentes em busca de abrigo para suas inseguranças.Muitas pessoas falam assim:”vc é criança,manda não entende” ou então”vc tem muito oq aprender”.Eu concordo que eu tenho muito ainda do que aprender,assim como eu acho que muito a que ensinar.Vamos deixar essa parte mais complicada de lado e vamos falar sobre literatura,meu primeiro exemplo vai ser “O Pequeno Príncipe” a história fala que gente grande não entende as coisas como as crianças Outro exemplo “Mundo De Sofia” um título dado graças a filosofia,meu nome se origina desse livro,um livro onde um filósofo tenta se reimaginar no mundo infantil,mandando cartas filosóficas para uma adolescente. O livro não rescreveu denúncias sobre segundas intensoes ou assédio sexual,pelo contrário,ele foi um suscesso. Então se vc está lendo isso por favor quero que vc coloque isso na sua cabeça: Vocês ainda são muito pequenos,então suas vozes tem que ser ouvidas,então imaginem nos,adolescentes e crianças ainda tentando crescer entre as erva daninhas,precisamos gritas mais alto,muito mais alto. Então #somostodosplural❤️
10
6
Simone  11.07.18 17h37
Fiquei indignada com essa denúncia, que absurdo, fomos a festa toda minha família, estava ótima, como sempre, muito bem organizado, ambiente muito familiar. Até elogiei as coreografias, muito criativas. Não teve nada de danças ou músicas inapropriadas. Os casais inclusive dançaram e se divertiram muito. As crianças inclusive estavam mais preocupadas com o parque lá fora do que com os cantores...
45
4
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web