ENQUETES

Na sua opinião, Pedro Taques deve disputar a reeleição?

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
18.05.2017 | 10h53
Tamanho do texto A- A+

Usina em Cuiabá

Delator pediu para Temer interferir em negócio

DA REDAÇÃO

Temer

O presidente Michel Temer

A gravação que comprovaria que o presidente Michel Temer (PMDB) estava ciente e apoiaria a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha também revelaria uma interferência do peemedebista em Cuiabá, a pedido do dono da JBS Joesley Batista - responsável pela gravação.

 

De acordo com reportagem de O Globo, o empresário pediu a Temer que a Petrobrás revise o preço do gás fornecido à termelétrica EPE, localizada no Distrito Industrial, em Cuiabá, e que pertence a JBS.

 

“A Petrobras compra o gás natural da Bolívia e o revende para a empresa por preços extorsivos. Disse que sua empresa perde ‘1 milhão por dia’ com essa política de preços. E pediu: que a Petrobras revenda o gás pelo preço de compra ou que deixe a EPE negociar diretamente com os bolivianos”, diz trecho da reportagem.

 

O presidente pediu que o empresário falasse com o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), seu “homem de confiança”. Ao parlamentar, foi oferecido o pagamento de R$ 500 mil semanais por 20 anos, tempo em que vai vigorar o contrato da EPE. Ou seja, R$ 480 milhões ao longo de duas décadas.

 

A entrega do dinheiro foi filmada pela PF. Só foi feita a primeira entrega de dinheiro. E, claro, a partir da homologação da delação, nada mais será pago.

 

Leia a íntegra da reportagem AQUI.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Junho de 2017
23.06.17 17h31 » Dados vazados
23.06.17 15h39 » Grampos em MT
23.06.17 14h35 » Pedágios
23.06.17 14h34 » "Cacarejar"
23.06.17 09h58 » Convescote
23.06.17 08h07 » Câncer
23.06.17 07h52 » "Não atende"
22.06.17 17h40 » Vídeo na internet
22.06.17 16h46 » Lei sancionada
22.06.17 15h13 » Alvos do Gaeco

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados