ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
09.09.2017 | 11h00
Tamanho do texto A- A+

Praça da Mandioca

Comerciante critica projeto da Prefeitura

DA REDAÇÃO
Praça da Mandioca

Praça da Mandioca: comerciantes criticam projeto cultural da Prefeitura de Cuiabá

Comerciantes estabelecidos no entorno da Praça da Mandioca, no Centro Histórico de Cuiabá, estão revoltados com a Prefeitura, em razão do que eles classificam de "desorganização" na execução do projeto "Festival da Independência", durante o feriado prolongado. O projeto abrange três polos - Orla do Porto, Arena Pantanal e Praça da Mandioca - e começou na quinta-feira (7), feriado da Independência.

 

"Montaram o palco na quarta-feira e os comerciantes da praça bancaram os músicos de qualidade (MPB, samba...). Foi uma noite excelente. Mas, na quinta-feira, fizerem com que amigos e clientes da praça fossem embora, pois o som começou às 22h45. Além do som alto, nos fizeram engolir uma praga de rock pauleira, ritmo que não é curtido pelos tradicionais frequentadores do local", diz Luiz Dorileo Caldas, propriedade do bar "Dom Luiz".

 

Em uma carta aberta ao prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), publicada em sua página no Facebook, o comerciante lembra que, enquanto destinou o rock pauleira para a Praça da Mandioca, a Secretaria Municipal de Cultura programou artistas como o grupo sertanejo Henrique, Claudinho & Pescuma para animar, durantes os três dias de festa, a Orla do Porto. "Enquanto isso, a Praça da Mandioca, onde há anos reinam a MPB, o bolero, o samba e o sertanejo, ficou à deriva", lamentou Luiz Caldas.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Setembro de 2017
20.09.17 15h05 » Segundo escalão
20.09.17 12h55 » Caso Fabris
20.09.17 08h31 » "Desenvolvimento"
20.09.17 08h30 » Strike
19.09.17 17h05 » Conexão MT
19.09.17 14h31 » Maggi na mira
19.09.17 14h05 » Encrencado
19.09.17 14h00 » Negócios
19.09.17 11h09 » Soco no elevador
19.09.17 09h20 » Efeito delação

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados