Cuiabá, Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2019
Fogo Amigo
07.08.2018 | 09h17 Tamanho do texto A- A+

"Judiou muito"

Maggi: delação pesou para "aposentadoria"

DA REDAÇÃO
Blairo Maggi 06-08-2018

O ministro da Agricultura Blairo Maggi, que não vai mais disputar eleições

O ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) admitiu, nesta segunda-feira (6),  que a delação premiada do ex-governador Silval Barbosa foi um dos motivos que o fizeram desistir da vida pública.

 

O ministro - que anunciou em fevereiro que não ia disputar a reeleição ao Senado este ano - afirmou que as acusações do Silval, acabaram “judiando muito”.

 

Na delação, Silval acusou Blairo de participar de um esquema de corrupção no Estado.

 

Entre as acusações contra Blairo, o ex-governador afirmou que o ministro fez pagamentos ao ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso Eder Moraes para que ele mudasse um depoimento a fim de inocentá-lo.

 

“[O que me fez desistir foi] além do aspecto pessoal, familiar, que você fica muito tempo afastado, foi obviamente a própria delação do Silval. Foi uma coisa que acabou judiando muito, e que fez com que eu repensasse se valia a pena fazer todo esse enfrentamento, estar na política como eu estava. A conclusão foi que não valia, então, deixa eu ficar fora, vamos resolver os problemas, vamos em frente”, afirmou.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Janeiro de 2019
16.01.19 17h03 » Polícia Civil
16.01.19 14h20 » Servidores de MT
16.01.19 11h03 » Vetos cassados
16.01.19 08h31 » Mendes em Brasília
16.01.19 07h00 » Três no alto escalão
15.01.19 21h15 » Na labuta
15.01.19 15h56 » Caso Scheifer
15.01.19 11h50 » Linha dura no MPE
15.01.19 11h15 » R$ 65 mil mensais
15.01.19 08h40 » Porto