ENQUETES

Na sua opinião, os "Amarelinhos" da Prefeitura de Cuiabá:

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
21.04.2017 | 10h41
Tamanho do texto A- A+

ICMS na energia

Empresários: decisão do TJ contraria STJ

DA REDAÇÃO
Rui Ramos

O desembargador Rui Ramos: decisão gerou polêmica

A decisão do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos, em suspender as ações que questionam a legalidade da cobrança de ICMS sobre as tarifas de uso dos sistemas de distribuição e transmissão de energia elétrica, têm gerado reclamações da classe empresarial no Estado.

 

O motivo das queixas é o fato de o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já ter decidido, há anos, que essa cobrança – que representa boa fatia da conta - é ilegal.

 

Porém, nas últimas duas gestões do tribunal, tanto o ex-presidente Paulo da Cunha quanto o atual presidente Rui Ramos têm suspendido centenas de ações de pessoas físicas e jurídicas que visam retirar a cobrança das contas, sob o argumento de que o não pagamento do ICMS geraria "prejuízos milionários" ao Estado.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Julho de 2017
26.07.17 10h43 » Prioridade?
26.07.17 09h20 » Pistola .40
25.07.17 22h00 » Cenário de 2018
25.07.17 21h50 » Droga e violência
25.07.17 15h30 » Sodoma
25.07.17 14h50 » Inquérito
25.07.17 14h40 » 5 anos depois
25.07.17 09h28 » Efeito grampos
25.07.17 09h25 » R$ 1,5 milhão
25.07.17 08h20 » Expectativa

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados