ENQUETES

Na sua opinião, os "Amarelinhos" da Prefeitura de Cuiabá:

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
17.03.2017 | 17h04
Tamanho do texto A- A+

Esquema S/A

SAD era “menina dos olhos” de criminosos

DA REDAÇÃO

Ana Cristina Bardusco

A promotora Ana Cristina Bardusco, que citou predileção pela SAD

Na denúncia derivada da quinta fase da Operação Sodoma, o Ministério Público Estadual (MPE) afirmou que a Secretaria de Estado de Administração (SAD) era considerada “a menina dos olhos” do grupo criminoso investigado na operação.

 

A Sodoma 5 investigou o esquema de fraudes em licitação que teria causado prejuízo de R$ 8,1 milhões aos cofres do Estado, entre 2011 e 2014, durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

 

De acordo com a promotora de Justiça Ana Cristina Bardusco, a SAD concentrava não somente as licitações do Executivo, como também os recursos públicos dos demais órgãos do Governo destinado ao pagamento da execução dos contratos firmados em adesão aos registros de preços de fornecimento de combustíveis realizados pela Administração.

 

“A Secretaria de Estado de Administração destacava-se como verdadeira ‘menina dos olhos’ para a organização criminosa, de modo que, a escolha dos membros pelo líder Silval Barbosa para comandar esta pasta, bem como para ocupar o cargo de secretário-adjunto da pasta, era de extrema importância para que o sucesso dos vários esquemas criminosos de pagamentos de propina e de desvios de recursos públicos fossem implementados, como o que sucedeu com as empresas: Marmeleiro Auto Posto Ltda. E Saga Comércio e Serviço Tecnologia e Informática Ltda”, afirmou a promotora, em trecho da denúncia.

 

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Julho de 2017
26.07.17 10h43 » Prioridade?
26.07.17 09h20 » Pistola .40
25.07.17 22h00 » Cenário de 2018
25.07.17 21h50 » Droga e violência
25.07.17 15h30 » Sodoma
25.07.17 14h50 » Inquérito
25.07.17 14h40 » 5 anos depois
25.07.17 09h28 » Efeito grampos
25.07.17 09h25 » R$ 1,5 milhão
25.07.17 08h20 » Expectativa

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados