ENQUETES

O que Cuiabá deveria ganhar de presente de aniversário?

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
18.04.2017 | 09h00
Tamanho do texto A- A+

Dossiê

“Aloprado” continua filiado ao PT de MT

DA REDAÇÃO

Aloprados - Valdebran

A montanha de dinheiro apreendido e Valdebran Padilha: filiado

Preso em 2006 com US$ 109.800 e R$ 758 mil em dinheiro para compra de um dossiê contra tucanos, o empresário Valdebran Padilha continua filiado ao Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso.

 

Antes do caso, ele havia sido tesoureiro da campanha do petista Alexandre César à Prefeitura de Cuiabá em 2004. Após o escândalo, petistas da alta cúpula chegaram a anunciar a expulsão de Valdebran.

 

Entretanto, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), a situação de sua filiação é considerada “regular”.

 

Em 2010, Valdebran foi preso novamente, na Operação Hygeia, da Polícia Federal, acusado de fraudes na Funasa. Esta semana, a origem do dinheiro para comprar o dossiê contra tucanos veio à tona durante delação do executivo Luiz Eduardo Soares, que atuou no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht - classificado pela Lava Jato como um departamento de propinas da construtora (leia AQUI).

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Abril de 2018
21.04.18 17h10 » Staff municipal
21.04.18 15h24 » Fôlego
21.04.18 11h15 » Caso grave
21.04.18 09h05 » Ouvidoria surda
21.04.18 08h20 » Sem fotos
20.04.18 17h28 » Longe do pijama
20.04.18 14h12 » Na UFMT
20.04.18 11h00 » Vergonha para MT
20.04.18 09h41 » Viaturas paradas
20.04.18 08h07 » STF & Silval

1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados