ENQUETES

Você é a favor ou contra a condenação de Lula em 2ª instância?

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
13.09.2017 | 07h56
Tamanho do texto A- A+

Caso Caramuru

Adjunto pediu para agente não citar amizade

DA REDAÇÃO
ALFREDO MENEZES

O agente de tributos Alfredo Menezes, que recebeu recomendação para não citar amizade com secretário

Em conversa com Ingrid Menezes, esposa do agente de tributos Alfredo Menezes, o secretário adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), delegado Gustavo Garcia, a alertou para pedir que Alfredo parasse de comentar que era seu amigo.

 

O diálogo foi interceptado pela Delegacia Fazendária (Defaz), durante as investigações da Operação Zaqueus, em que Alfredo é réu, sob a acusação de integrar suposta fraude para reduzir uma multa aplicada pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) à empresa Caramuru Alimentos S/A

 

Após o alerta, Ingrid afirmou que, igualmente, já havia feito essa recomendação ao marido, mas que não estava adiantando.

 

“Eu já falei isso para ele, conversei com ele, mas não tem jeito. O Alfredo é muito linguarudo, sabe? Ele é demais, cara. Mas, pô, o advogado falou que foi bom [o depoimento]”, disse Ingrid, na conversa.

 

 

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Janeiro de 2018
18.01.18 17h51 » Clima ruim
18.01.18 14h07 » Base de Taques
18.01.18 13h48 » Rodovia privada
18.01.18 09h40 » Nova mudança
18.01.18 08h40 » Gravação perigosa
18.01.18 07h00 » Resposta a Silval
17.01.18 17h20 » Entre as dez
17.01.18 12h30 » “Não gostei”
17.01.18 12h20 » Eleições 2018
17.01.18 09h45 » Impeachment

1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados