Cuiabá, Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2019
Fogo Amigo
07.08.2018 | 15h39 Tamanho do texto A- A+

Até PF

"Barraco" eleitoral queima filme da Fiemt

DA REDAÇÃO
Gustavo de Oliveira e Domingos Kennedy

Os candidatos Gustavo de Oliveira e Kennedy Sales: desgaste

A confusão em que se transformou a eleição para a presidência da Fiemt resultou em um feito inédito: o desgaste, sem precedentes, da imagem da instituição.

 

A guerra de liminares judiciais e o "barraco" público, que resultaram até mesmo na convocação da Polícia Federal para acompanhar a destruição dos votos em uma urna lacrada, poderia ter sido evitada.

 

Bastasse que a atual diretoria tivesse mais zelo com o próprio processo eleitoral, não dando brechas, por exemplo, para questionamentos jurídicos. E que todos os envolvidos na sucessão, obviamente, dialogassem um pouco mais.

 

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Janeiro de 2019
16.01.19 17h03 » Polícia Civil
16.01.19 14h20 » Servidores de MT
16.01.19 11h03 » Vetos cassados
16.01.19 08h31 » Mendes em Brasília
16.01.19 07h00 » Três no alto escalão
15.01.19 21h15 » Na labuta
15.01.19 15h56 » Caso Scheifer
15.01.19 11h50 » Linha dura no MPE
15.01.19 11h15 » R$ 65 mil mensais
15.01.19 08h40 » Porto