ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Esportes / DANÇA DOS TÉCNICOS
12.09.2017 | 00h30
Tamanho do texto A- A+

Técnico não resiste a má fase e deixa comando de time na zona da degola

Sequência de três derrotas foi determinante para a saída do treinador

Divulgação

Clique para ampliar

Vinícius Eutrópio deixou o comando da Chape

de O DIA

 Depois de sofrer a sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro ao cair por 2 a 1 diante do Cruzeiro, no último domingo, na Arena Condá, em Chapecó (SC), a Chapecoense anunciou oficialmente na tarde desta segunda-feira a demissão do técnico Vinicius Eutrópio.

 

O novo resultado negativo manteve a equipe catarinense estacionada na 18ª posição da competição nacional, com 25 pontos, seguindo assim seriamente ameaçada pelo risco de rebaixamento à Série B.

"Nesta segunda-feira, a Associação Chapecoense de Futebol, em consenso com o treinador Vinicius Eutrópio, anuncia que o mesmo não é mais o comandante técnico da equipe.

 

A Chapecoense deseja sucesso ao treinador em seus projetos futuros, cientes de que, em sua passagem pelo comando técnico do time, demonstrou respeito e dedicação ao clube", escreveu o clube na curta nota que publicou em seu site oficial para confirmar a saída do comandante.O treinador acabou pagando o preço pelo péssimo desempenho que vinha tendo desde que assumiu a direção técnica da Chapecoense. Foram apenas 11 pontos em 12 partidas (sete derrotas, três vitórias e dois empates) à frente do time no Brasileirão, o que resultou em um aproveitamento de apenas 30,5%.

 

E, se forem levados em conta também os amistosos internacionais que o time realizou recentemente, o aproveitamento de Eutrópio é ainda pior. Foram 17 partidas ao total sob o seu comando, sendo que neste período ele acumulou 11 derrotas, quatro vitórias e dois empates, o que significou um aproveitamento de somente 27,4%.

 

Agora desempregado, Eutrópio havia chegado à Chapecoense em julho passado, quando substituiu o também demitido Vágner Mancini, hoje treinador do Vitória. Mancini foi escolhido para iniciar a montagem de uma equipe nova após a tragédia que matou quase todos os jogadores do elenco do time catarinense no final de novembro do ano passado, quando o avião que levava a equipe para a decisão da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, caiu perto do aeroporto de Medellín.

 

Sem Eutrópio, a Chapecoense deverá ser dirigida pelo interino Emerson Cris nesta quarta-feira diante do Flamengo, em casa, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-americana deste ano.

 

A Chapecoense vem de três derrotas seguidas e está na zona de rebaixamento. Para o duelo contra o Flamengo, em Chapecó, nesta quarta, a equipe catarinense vai ser comandada por Emerson Cris.

 

No Brasileirão, Eutrópio conquistou apenas 11 pontos em 12 partidas - aproveitamento de 30,5% . Levando em conta todos os jogos com o comandante, incluindo amistosos, a situação é ainda pior: 11 derrotas, dois empates e quatro vitórias, com somente 27,4% de aproveitamento.

 

Fonte     http://odia.ig.com.br/esporte/2017-09-11/mais-um-tecnico-nao-resiste-a-ma-fase-e-deixa-comando-de-time-na-zona-da-degola.html




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados