ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Equilíbrio / ALIMENTAÇÃO BEM ESTAR
17.03.2017 | 21h45
Tamanho do texto A- A+

Sem glúten e rico em minerais, teff ganha espaço nas dietas

Produto é importado e o pacote de 250 g custa até R$ 60 em lojas naturais

DE O TEMPO

Um novo queridinho na dieta está surgindo: o teff. Considerado o menor grão comestível do mundo, esse pequenino, originário da Etiópia, leva para a alimentação benefícios inversamente proporcionais a seu tamanho. Consumido habitualmente em forma de farinha, ele pode ser usado na produção de pães e bolos por exemplo, e tem-se mostrado um ótimo aliado para uma alimentação saudável, por oferecer energia e rápida recuperação após exercício físico ou cansaço mental. E o melhor: sem contraindicação.

A nutricionista Raisa Lopes explica que o teff não contém glúten, podendo ser consumido por quem tem intolerância a essa substância. Ele também é procurado por aqueles que querem reduzir o consumo de alimentos com glúten, apontadao como causador de inflamações que podem gerar inchaço, dores articulares e indisposição. “Retirar o glúten da alimentação elimina esses problemas e ainda ajuda na perda de peso”, explica a nutricionista.

Entre os cereais, o teff se sobressai pela grande quantidade de aminoácidos essenciais e por ser rico em minerais como cálcio, magnésio, cobre, potássio, manganês, zinco e ferro, além de vitamina C.
O grão também é usado em dietas de emagrecimento e para a manutenção do peso, pois os carboidratos presentes em sua composição deixam a digestão mais lenta e oferecem energia rápida e prolongada.

Raisa explica que o ingrediente pode ser usado no lugar das farinhas menos saudáveis, especialmente as refinadas. Mas, por ter uma densidade maior, deve ser consumido em menores porções, de 25% a 50% menos do que aquela que é definida na receita original. “Podemos conseguir excelentes produtos como pães, bolinhos, e massas como macarrão e panquecas. Basicamente, tudo que leva farinha branca no seu preparo, pode ser feito com farinha de teff”, ensina.

Por ser importado, o teff é encontrado em sites especializados em alimentação saudável e também nas lojas de produtos naturais. Um pacote de 250 g custa entre R$ 30 e R$ 60.

A nutricionista ainda alerta para o fato de que nenhum alimento, por si só, é suficiente para uma dieta saudável. “Não podemos esquecer que não existe um produto ou alimento milagroso. O processo nutricional não é mágico, mas prático, porque tudo depende do que você come e do quanto você come”, finaliza.

Similar. No Brasil, a farinha equivalente ao teff é a de arroz, que tem composição similar e também pode substituir as farinhas brancas no preparo de receitas.


Curiosidades

Minúsculo. O alimento é tão pequeno que, para se obter 1 g, é preciso moer cerca de 3.000 grãos.

Nome. A denominação “teff” tem origem no aramaico “teffa”, que significa “perdido”. O termo é usado em razão do tamanho diminuto do alimento.

Antigo. Na Etiópia, de onde a planta se origina, o grão de teff é consumido há cerca de 5.000 anos, sob diversas formas. O país é o maior produtor do mundo.

Bom para dietas. O teff é naturalmente sem glúten, excelente fonte de proteínas, rico em aminoácidos essenciais e fibras, além de ser fonte de antioxidantes e um carboidrato de baixo índice glicêmico.

Composição. Entre os minerais que compõem o teff estão cálcio, magnésio,
cobre, potássio, manganês e zinco.

 

Fonte      http://www.otempo.com.br/interessa/sa%C3%BAde-e-ci%C3%AAncia/sem-gl%C3%BAten-e-rico-em-minerais-teff-ganha-espa%C3%A7o-nas-dietas-1.1448390




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados