ENQUETES

A que você atribui a renovação da Assembleia e da Câmara neste ano em MT?

PUBLICIDADE

Eleições 2018 / LÍDER NAS PESQUISAS
07.10.2018 | 10h30
Tamanho do texto A- A+

Mendes vota e diz que, se eleito, "começa a trabalhar amanhã"

Institutos de pesquisa mostram vitória de ex-prefeito ainda no primeiro turno

Assessoria

Clique para ampliar

O candidato Mauro Mendes, que votou acompanhado da família

CAMILA RIBEIRO E DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O candidato ao Governo, Mauro Mendes (DEM) votou por volta das 10h deste domingo (7), na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e afirmou que, se eleito, começará a trabalhar a partir de amanhã.

 

Mendes demonstra confiança já que os institutos de pesquisas apontam a possibilidade de ele sair vitorioso já no primeiro turno das eleições.

 

“Graças a Deus estamos na reta final, hoje é um dia importante na história do país, do nosso Estado e peço que Deus ilumine todos nossos eleitores para que façam a melhor escolha para o futuro de Mato Grosso”, disse o candidato, logo na chegada ao local de votação.

 

Trabalhamos muito para isso (vitória no 1º turno). E, se isso acontecer, a partir de amanhã já começamos a trabalhar em prol de Mato Grosso

“Trabalhamos muito para isso (vitória no 1º turno). Temos uma história, uma trajetória e é por isso que imaginamos que os institutos apontam com essa grande possibilidade. E, se isso acontecer, a partir de amanhã já começamos a trabalhar em prol de Mato Grosso”, afirmou.

 

Mendes esteve acompanhado de sua esposa, Virgínia Mendes, do filho, Luis Antonio Mendes, do candidato ao Senado em sua chapa, Jaime Campos (DEM), do ex-governador Julio Campos (DEM0, entre outros apoiadores.

 

Campanha "razoável"

 

À imprensa, o ex-prefeito de Cuiabá ainda fez uma avaliação sobre o processo eleitoral.

 

Para Mendes, o nível da campanha foi “razoável”.

 

“Lamentavelmente, sempre tem alguns adversários, alguns atores políticos que lançam mão daquelas velhas práticas de fazer panfletos apócrifos, acusações não lastreadas na verdade”, disse.

 

“Isso é muito ruim para a democracia e para a credibilidade da classe política”.

 

Mendes também disse que teve certas dificuldades, especialmente em razão de a legislação eleitoral ter reduzido o período de campanha.

 

“O período encurtou e isso criou algumas dificuldades adicionais principalmente a questão do tempo, já que estamos em um Estado tão grande, com 141 municípios. Mas utilizando a imprensa, o tempo de rádio e TV, acredito que conseguimos chegar em grande parte das casas, falar com as pessoas, mostrando aquilo que já fizemos e aquilo que queremos fazer para Mato Grosso”, concluiu.

 

Leia também:

 

Taques cita campanha “humilde” e diz que estará no 2º turno

 

WF vota em Rondonópolis: “fizemos campanha limpa e propositiva”

GALERIA DE FOTOS




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web