ENQUETES

Você é a favor ou contra a saída de Blairo Maggi da política?

PUBLICIDADE

Economia / ESTRADA DE FERRO
10.11.2017 | 13h00
Tamanho do texto A- A+

Mato Grosso e Pará querem chineses na Ferrovia do Vale do Araguaia

Governos dos dois estados visam projeto de 700 quilômetros que seria feito ao lado das BRs-158 e 155

Divulgação

Clique para ampliar

Hoje, Mato Grosso conta apenas com a Ferronorte, que faz a ligação ao Porto de Santos (SP)

DO ESTADÃO

Os projetos ferroviários desenhados para dar um fim ao nó logístico que trava o escoamento de grãos do Mato Grosso e do Pará ganharam uma nova promessa.

 

Não se trata da Ferrogrão, prevista para correr ao lado da BR-163, ligando Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) a Itaituba (PA).

 

Tampouco se refere à Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico), que há décadas é esperada para cortar o Mato Grosso de um lado a outro.

 

Com o apoio dos chineses, a nova aposta dos governos do Mato Grosso e do Pará é "Ferrovia do Vale do Araguaia", uma malha de 700 quilômetros que seria aberta ao lado das BRs-158 e 155.

 

Nesta semana, o governador do Mato Grosso, Pedro Taques, discutiu o projeto em Beijing, em encontro com diretores da China Communication Construction Company (CCCC).

 

No mês passado, uma comitiva do governador do Pará, Simão Jatene, já havia passado por lá.

 

Maior estatal do setor em toda a Ásia, a CCCC se comprometeu em enviar seus executivos ao Brasil nas próximas semanas, para detalhar a proposta e iniciar estudos técnicos da nova ferrovia.




Clique aqui e faça seu comentário


1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Benedito costa  11.11.17 08h42
Nem terminaram ainda a ferrovia vicente vuolo e ja querem fazer.outra? Esse é os problemas de todos os estados brasileiros e do brasil. Começam e nao terminam, ainda mais se as obras levarem o nome de etapas.
1
3
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados