ENQUETES

Você é a favor ou contra a saída de Blairo Maggi da política?

PUBLICIDADE

Economia / POLÍTICA ENERGÉTICA
08.02.2018 | 19h00
Tamanho do texto A- A+

Governo solicita ao Cade investigação para apurar existência de cartel no setor de combustíveis

Moreira Franco se reuniu nesta com presidente do conselho, Alexandre Barreto de Souza. Preocupação do governo é que redução no preço dos combustíveis não é repassada ao consumidor.

do G1

 

O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, pediu formalmente ao presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Barreto de Souza, que inicie uma investigação sobre o preço de combustíveis para apurar se há cartelização no setor.

 

Os dois se reuniram na manhã desta quinta-feira (8) no Palácio do Planalto. O encontro não estava previsto na agenda oficial do ministro.

 

Pelo Twitter, Moreira afirmou que fez a solicitação ao Cade para que o direito dos consumidores de optar pelo menor preço de combustível seja preservado. Segundo o ministro, o tabelamento acabou.

"Solicitei ao presidente do Cade que preserve o direito dos consumidores de combustível aos benefícios da livre concorrência.

 

O tabelamento acabou. A concorrência entre os vendedores fixa o preço. O consumidor tem o direito de escolher o mais baixo", afirmou Moreira.

 

A assessoria da Secretaria Geral explicou que a preocupação do governo é que o aumento de preço estabelecido pela Petrobras é automaticamente repassado ao consumidor, mas isso não acontece quando há redução nos valores.

Com isso, o preço mais baixo nas refinarias não chega nas bombas e, consequentemente, não chega aos consumidores.

 

 

Fonte     https://g1.globo.com/economia/noticia/governo-solicita-ao-cade-investigacao-para-apurar-existencia-de-cartel-no-setor-de-combustiveis.ghtml




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados