ENQUETES

A que você atribui a renovação da Assembleia e da Câmara neste ano em MT?

PUBLICIDADE

Economia / MERCADO CAMBIAL
08.10.2018 | 20h00
Tamanho do texto A- A+

Com 2º turno definido, dólar chega a R$ 3,70 e Bolsa dispara

Ações de estatais e bancos sustentam a alta do Ibovespa, que chegou a mais de 6%; após cair mais de 3%, dólar fica perto dos R$ 3,75

do TERRA NOTICIAS

Após o resultado do 1º turno das eleições presidenciais, o dólar à vista chegou a mínima de R$ 3,70, com baixa de mais de 3%, mas depois estacionou perto dos R$ 3,75. A Bolsa chegou a entrar em leilão na abertura e superou o patamar dos 87 mil pontos, com alta de 6,06% na máxima. A grande vantagem do candidatode direita Jair Bolsonaro (PSL) em relação ao petista Fernando Haddad (PT) e o crescimento do PSL no Congresso, sustentam o ambiente positivo. A realidade de um segundo turno com Fernando Haddad (PT), porém, deve conter ganhos e provocar volatilidade.

 

O desempenho de Jair Bolsonaro (PSL) na votação de primeiro turno das eleições presidenciais, com 46,03% dos votos válidos, surpreendeu. A avaliação é do economista Alexandre Póvoa, sócio da Canepa Asset. "O mercado não esperava uma votação tao expressiva a Bolsonaro. A expectativa era algo perto de 40% ou 41% dos votos válidos, foi surpreendente, acima do que o mercado esperava", disse o economista ao Estadão/Broadcast.

 

Na avaliação de Póvoa, a preferência do mercado por Bolsonaro reflete mais o afastamento do PT do poder do que empolgação com as propostas do candidato do PSL. O otimismo com uma eventual presidência de Bolsonaro poderá provocar um rali no mercado, comentou. "Vai ser proporcional ao que for anunciado. Se for na linha de Paulo Guedes, o rali continua, a Bolsa pode chegar próxima aos 100 mil pontos e o dólar entre R$ 3,70 e R$ 3,80", disse. "A grande preocupação é que essa união não é muito estável, sabemos que esta sujeita a chuvas e trovoadas e o mercado pode se decepcionar lá na frente se não der certo", ponderou o sócio da Canepa Asset.

 

As ações de estatais e bancos sustentam a forte alta da Bolsa. Cemig PN chegou a entrar em leilão e na sequência disparava 19,77%. Na abertura a ação chegou a subir mais de 22% antes de entrar em leilão. O mesmo acontece Eletrobrás PNB (+14,51%) e Eletrobras ON (+14,20%). Petrobras, por sua vez, subia 10,60% (PN) e 10,13% (ON), enquanto BB ON avançava 11,95%.

As ações da fabricante de armas de fogo Forjas Taurus registravam forte alta de 4,46% (PN) e 19,74% (ON), enquanto o Ibovespa avançava 4,50%, a 86.026 pontos.

 

Nesta manhã, os índices referenciados em papéis brasileiros (ETFs) disparavam mais de 6% nas bolsas europeias. Mas um ajuste depois não está descartado, diante da perspectiva de uma disputa acirrada e agressiva, e após os mercados locais terem fechado eufóricos na sexta-feira, esperando um desfecho em primeiro turno. Na semana passada, o dólar caiu 4,81% ante o real e a Bovespa subiu 3,75% em meio ao fortalecimento de Bolsonaro nas pesquisas.

 

 

Fonte       https://www.terra.com.br/economia/com-2-turno-entre-bolsonaro-e-haddad-dolar-chega-a-r-370-e-bolsa-dispara,07837771dbba48928cd54c109ff6d86cbdf09z8o.html




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web