ENQUETES

Você vai assistir ao horário eleitoral gratuito na TV?

PUBLICIDADE

Economia / BALANÇA COMERCIAL
01.08.2018 | 18h30
Tamanho do texto A- A+

Balança comercial tem superávit de US$ 4,227 bilhões em julho

Valor é 32,7% menor do que o registrado em julho de 2017; no acumulado do ano, o superávit comercial soma US$ 34,160 bilhões

Reprodução Internet

Clique para ampliar

do TERRA NOTICIAS

Com aumento expressivo nas importações, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 4,227 bilhões em julho, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O valor é 32,7% menor do que o registrado em julho do ano passado.

No mês passado, as exportações somaram US$ 22,870 bilhões, uma alta de 16,4% ante julho de 2017. Já as importações chegaram a US$ 18,643 bilhões, um salto de 42,7% na mesma comparação. No mês, houve um crescimento expressivo nas importações de bens de capital (+239,8%), principalmente por conta de plataforma para extração de petróleo, veículos de carga e máquinas para empacotar.

 

Em julho, o governo modificou uma regra do Repetro e permitiu beneficio tributário para as empresas que nacionalizarem bens que estão hoje em subsidiárias no exterior, como, por exemplo, plataformas de petróleo.

Publicidade

Na quarta semana de julho (23 a 29), o saldo comercial foi de um déficit de US$ 590 milhões e, na quinta semana (30 e 31), superávit de US$ 648 milhões.

 

De janeiro a julho, o superávit comercial soma US$ 34,160 bilhões, saldo 19,6% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. O valor é o segundo maior para os sete primeiros meses da história, ficando atrás apenas do recorde registrado no ano passado, de US$ 42,496 bilhões. A previsão do governo para 2018 é que o saldo da balança comercial alcance um saldo acima de US$ 50 bilhões.

 

Pelo lado das exportações, cresceram as vendas de básicos (48,3%), enquanto caíram as vendas de semimanufaturados (-11,8%) e manufaturados (-6,2%). Cresceram também as importações de bens de consumo (20,1%), bens intermediários (22,3%), e combustíveis e lubrificantes (0,5%).

 

Já no acumulado do ano, houve aumento na venda de básicos (10,6%) e manufaturados (6,6%) e queda na de semimanufaturados (1,4%). Houve aumento na compra de bens de capital (83,7%), combustíveis e lubrificantes (20,8%), bens de consumo (16,9%) e bens intermediários (12,2%) no período.

 

 

Fonte       https://www.terra.com.br/economia/balanca-comercial-tem-superavit-de-us-4227-bilhoes-em-julho,f1c98dd9ce51e5c24b6242fde879c423pgnopv9c.html




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web