ENQUETES

Você é a favor ou contra O FIM do estatuto do desarmamento?

PUBLICIDADE

Cotidiano / GREVE; VEJA VÍDEO
11.09.2017 | 16h10
Tamanho do texto A- A+

Servidores do Detran ocupam Paiaguás e cobram reajuste

Categoria pede atualização da tabela salarial, que, segundo sindicalista, está congelada há seis anos

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

Servidores do Detran ocupam o Palácio Paiaguás em Cuiabá e cobram reajuste

THAIZA ASSUNÇÃO E CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT) ocupam o Palácio Paiaguás, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, na tarde desta segunda-feira (11).

 

Eles iniciaram uma greve geral hoje em protesto contra a não atualização da tabela salarial da categoria.

 

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), Daiane Renner, a tabela não é reajustada há seis anos.

 

Em nota, o Governo do Estado afirmou que, por conta da crise financeira, não tem condições, neste momento, de conceder novos aumentos ao salário dos servidores do órgão.

 

Os sindicalistas chegaram ao Palácio por volta de 15h30. Com faixas e cartazes, eles gritam palavras de ordem contra o Governo.

 

Conforme Daiane, os servidores não vão encerrar a greve enquanto o Executivo não apresentar uma proposta de reajuste salarial.

 

Ainda segundo a sindicalista, a categoria somente está exigindo montante que é concedido às demais carreiras do Estado e não há motivo para o Governo não atender à reivindicação.

 

Diante da manifestação, o governador Pedro Taques (PSDB) informou que irá atender a categoria ainda nesta tarde.

 

Veja vídeo da manifestação: 

 

 

 

Leia a nota do Governo: 

 

Em meio à crise econômica que afeta as contas públicas em Mato Grosso, o Governo do Estado, não tem condições, neste momento, de conceder novos aumentos ao salário dos servidores do Detran. Entretanto, os esforços da equipe econômica e Casa Civil seguem no sentido de encontrar uma solução para a questão apresentada pelo sindicato da categoria.

 

O Governo do Estado esclarece que toda a margem de aumento foi consumida na negociação para o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), construída em conjunto com os sindicatos e a Assembleia Legislativa. Além disso, o Estado continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores.

 

O Governo do Estado também apresentou à Assembleia Legislativa a PEC do Teto de Gastos, que possibilitará melhoria nas contas públicas estaduais, beneficiando também os servidores da administração. 

 

Por fim, o Governo do Estado lamenta a greve dos servidores do Detran e destaca a disponibilidade de continuar as negociações com a categoria.

 

 




Clique aqui e faça seu comentário


6 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Sara  12.09.17 19h33
Ate concordo que devem cobrar seu direito. Porém, o serviços esta a desejar. Fiquei um bom tempo olhando a cara do atendente enquanto ele mexia no celular.
4
0
Augusto  12.09.17 08h40
Prestam um serviço péssimo, e ainda querem aumento?? Vão trabalhar!!!
6
1
TO DE OLHO  11.09.17 19h12
TO DE OLHO, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas
alexandre  11.09.17 17h33
governo só tem condoções de dar aumento pra quem ganha 25 mil e recebe verba indenizatória..de 7 mil. crise so´ pra alguns..
71
14
Ana  11.09.17 17h02
Que palhaçada é esse de o governo falar que não tem condições de dar aumento para os servidores do DETRAN, vejamos então as contradições desse governador mentiroso: 1º) Mas por que então aumentaram a VI (Verba Indinizatória) dos Grupo TAF, que aliás já está aprovado pela AL. (AL aprova aumento real de 15% aos fiscais da Sefaz de MT; VI chegará até R$ 7 mil) mais reajuste do subsídio (salário) 6% em 07/2017, 5% em 07/2018 e 4% em 07/2019, totalizando, 15% de aumento para quem já ganha mais de R$ 20 mil reais. 2º) Reajuste do subsídio para SEMA, projeto de lei já enviado para AL, de autoria do governo: Mensagem 55/2017. Inicial de Analista 40h aumento para quase R$ 7 mil reais, Inicial de Analista 30h R$ 5.139,31, Técnico, nível médio 40h R$ 4.241,00 3º) Outras carreiras no Estado, já estão em vias de concretizar seus respectivos reajustes também, vide: Agentes Penitenciários e Agentes Administrativos da Sefaz. 4º) DETRAN é uma autarquia, tem sua autonomia administrativa e financeira e o ditador não respeita isso, pelo contrário, como sendo um dos órgãos que mais arrecada no Estado e não recebe nada em troca, todo dinheiro cai direto na conta única do Estado. 5º) Governador, que briga é esse com o DETRAN? Porque agir dessa forma com os servidores, que nada mais querem que seus direitos?! Exemplo disso é o concurso que há dois anos aguardando nomeação, não nomeou nem 50% e já venceu o prazo, seria isso uma forma de retaliação? Chama-se tanto para outros concursos, chama até cadastro de reserva, outros candidatos inabilitados em outros concursos e no detran com vagas abertas e previstas em edital com déficit de 1272 cargos vagos na autarquia prejudicando a população no atendimento não chama ninguém e vemos nomeações para todos os outros.
97
25

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados