Cuiabá, Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
ATRASOS SALARIAIS
08.11.2018 | 15h10 Tamanho do texto A- A+

Santa Casa faz acordo e pagará R$ 1 milhão a funcionários

Conciliação ocorreu na manhã desta quinta-feira (08), em centro de conciliação do Tribunal do Trabalho

Arquivo/MidiaNews

A Santa Casa de Cuiabá, que vive uma crise econômica por conta de atrasos em repasses

DA REDAÇÃO

O Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso e a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá assinaram um acordo judicial que garantiu o pagamento de R$ 1 milhão a 600 trabalhadores.

 

A conciliação ocorreu na manhã desta quinta-feira (08), no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Disputas (Cejusc), durante a XIII Semana Nacional de Conciliação.

 

Os valores são referentes às multas pelo pagamento dos salários dos trabalhadores em atraso, que permaneceram nessas condições por 48 meses.

 

O advogado do sindicato dos trabalhadores, Lindolfo Macedo, afirmou que durante todo esse tempo o salário teve um atraso entre 10 e 15 dias.

 

A conciliação, segundo ele, foi o melhor caminho para resolver a ação e conseguir com que os trabalhadores recebam de forma mais rápida. “Essa demanda poderia demorar muito mais. Conciliando encontramos uma forma que fica bom para os trabalhadores e para a empresa”.

 

Conforme a advogada da Santa Casa, Isabel Guarim, os atrasos salariais foram consequência do atraso nos repasses das verbas pelo Governo do Estado. Para ela, chegar a um acordo beneficiou ambas as partes, possibilitando que o hospital se programe para realizar o pagamento.

 

“Uma execução em um processo como esse pode comprometer a receita do hospital e, como consequência, a folha de pagamento. A conciliação permite que tudo seja realizado de forma amigável e programada”, disse.

 

A dívida será paga em 84 parcelas mensais, a começar do dia 30 de janeiro de 2018.  Caso o hospital não honre o que foi acordado em audiência, irá pagar uma multa sucessiva que varia de 10% a 100% do valor da parcela. Com a conciliação, os trabalhadores não poderão ajuizar nova ação para cobrar os valores já discutidos.

 

Com o tema “Conciliar, a decisão é nossa”, a Semana Nacional de Conciliação teve início na segunda (5) e segue até esta sexta (9). O evento acontece simultaneamente nos Tribunais de Justiça estaduais, Tribunais do Trabalho e nos Tribunais Federais de todo país e fecha o calendário dos mutirões realizados pelo judiciário com foco na solução de conflitos em 2018.

 

A programação compreende a realização de pautas especiais nas varas do trabalho, montadas exclusivamente com foco na tentativa de composição amigável. Em Cuiabá, ações semelhantes também estão ocorrendo no Cejusc do TRT.




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
5 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Patrícia   12.11.18 00h39
Falta de respeito com os funcionarios. Neste ano de 2018 esta na quarta greve .. Quem sofre com tudo isso são os pacientes que precisam do atendimento . Sem contar os funcionarios que estao desmotivados .situação lamentável.
0
0
Diego  09.11.18 08h28
Essa conciliação não corresponde aos salários dos meses de setembro e outubro! Então a greve ainda está em andamento.
1
0
Otaviano  08.11.18 20h12
Pagam agora e mês que vem pro Natal, estara todo mundo sem salario de novo!!!
0
0
Josafa Albues  08.11.18 19h26
A Santa Casa de Cuiabá de há muito tempo virou hospital de terceira categoria. Sem mais comentários.
0
0
Paulo Henrique  08.11.18 16h00
Sendo assim os funcionários encerraram com a greve? Entendo perfeitamente as reinvindicações feitas, mas muitas famílias dependem dos serviços prestados por eles.
8
6